Performance é uma variável Inglesa da palavra Francesa Performáre, que por vez originou-se do Latim (Per) através (Formáre) dar forma. Inicialmente era usada no sentido artístico, até que os Ingleses e Norte Americanos à conceituaram como a realização de uma determinada tarefa nos padrões estabelecidos e com sucesso na conclusão.

De lá para cá, o termo “performance” ganhou os espaços corporativos e tem sido cada vez mais uma exigência entre colaboradores e as empresas.  Mas você sabe exatamente o que significa performance? Como fazer para alcançar a tão sonhada alta performance? E por que isso é tão importante?

Isso que vamos conversar hoje, junto com a psicóloga e especialista do Zenklub Mônica Amaral.

O que é performance e alta performance?

Performance, como falamos, está diretamente relacionado ao seu desempenho e êxito para executar determinada função ou tarefa. É uma das formas conotativas de se referir a produtividade, competição e superação.

Já a alta performance é quando você atinge todo o seu potencial e então consegue desfrutar tudo que as suas habilidades podem proporcionar. Esse ápice tem muito a ver com a sua capacidade de se conectar com o seu autoconhecimento e inteligência emocional.

Essa terminologia pode ser usada em muitos cenários, como nos esportes, na vida pessoal e na profissional. Para esse último, equipes de Recursos Humanos, costumam definir performance como resultado e desempenho como a execução e o cumprimento de uma atividade que irá gerar esse tal resultado.

Ou seja, bom rendimento e alta performance se completam, já que o primeiro é consequência do segundo.

Como atingir a alta performance?

Segundo a especialista do Zenklub, Mônica Amaral, “alcançar a alta performance não precisa ser um sonho distante, é possível, mas exige o emprego de boas práticas. Não é uma receita de bolo, mas tenho algumas dicas.” Veja então alguns indicadores de performance que podem te ajudar:

1) Tenha um propósito maior: além da remuneração, é preciso compreender sua missão profissional e saber porque você está fazendo o que faz (aliás isso serve para tudo na vida);

2) Estabeleça objetivos e metas: isto é, onde você quer chegar e o que você quer conquistar;

3) Mantenha o foco: focar apenas por um momento se chama concentração, manter o foco exige planejamento, organização, disciplina e continuidade, sem isso não há sucesso;

4) Invista na sua melhor versão: confie nas suas forças, elas são o seu diferencial e para os pontos a desenvolver, reflita, estude e tenha um networking de apoio. Não dá para ser bom em tudo, mas é possível fazer o seu melhor;

5) Liberte sua criatividade: pessoas que exercitam a criatividade, geram inovação. Seja para pequenos processos ou grandes invenções, tudo é válido se for para melhorar o que já existe;

6) Cuide-se: Seu corpo e sua mente são os meios para chegar lá, eles precisam estar funcionando direito! Se alimente bem, pratique alguma atividade física, realize seus exames médicos de rotina, guarde tempo para fazer coisas que gosta, expresse seus sentimentos e conecte-se com o seu bem-estar emocional. A psicoterapia pode ser um grande aliado propulsor.   

Para ajudar a pôr em prática as dicas, Mônica complementa “Sabemos que não é simples e ninguém vai lhe dizer que vai ser fácil, mas comece definindo os dois primeiros itens, feito isso será hora de identificar os comportamentos que boicotam o seu foco, que, geralmente são a falta de tempo, planejamento e rotina para as tarefas, o que nos faz desistir com mais facilidade.”

Ou seja, a perseverança e o empenho em fazer diferente, podem modificar o seu jeito mais limitado de pensar e de viver, e abrir espaço para você atingir uma nova versão. Uma versão que visa um melhor aproveitamento de si, com empatia, resiliência e sem procrastinação.

Criatividade impacta na performance?

Sim, e, de acordo com estudos realizados pela McKinsey & Company, a partir da análise que durou de 2001 a 2016, do Cannes Lions, conhecido Festival de Publicidade de Cannes, quando a criatividade é aplicada corretamente e estabelece uma mensagem memorável, ela transcende a questão promocional e impacta positivamente na rentabilidade das empresas.

Esse estudo, demonstrou de maneira rara a contribuição e os benefícios da criatividade e, entre os grupos de empresas avaliados que se destacaram pela criatividade, 67% apresentaram crescimento de receita orgânica acima da média, 70% proporcionaram retorno financeiro superior à média e 74% em crescimento EBITDA (Earnings before interest, taxes, depreciation and amortization. Em português, “Lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização”).

Em outra análise, a especialista Mônica Amaral, completa “A criatividade é essencial para a libertação e o questionamento do senso comum. O pensamento criativo traz novas formas de produzir e caminha lado a lado com com a inconformação a falta de recursos que um desafio pode ter. Por isso, é tão importante nos desafiarmos todos os dias, principalmente, no ambiente corporativo e em posições de liderança.”

Liderança e performance

O grande desafio dos líderes de equipes é a motivação e consequentemente apresentar bons resultados de performance do grupo. E essa estrutura mudou bastante com o passar do tempo, e hoje, muito mais do que uma boa formação acadêmica e capacidade técnica, é preciso ter valores culturais de adaptação e de personalidade suficientes para desenvolver uma equipe de alta performance.

Em geral, um bom líder capaz de de atender algumas dessas características ou habilidades de liderança:

  • Autogerenciamento: dificilmente precisa de supervisão de outros para agir e apresenta bons resultados;
  • Aprendizado rápido: busca frequentemente se atualizar e encontra ferramentas e habilidades para se desenvolver;
  • Sabe onde quer chegar: geralmente já traçam seus objetivos, e após alcançá-los reescreve suas novas metas para resolver;
  • Coerência com seus valores: profissionais de alta performance sabem a importância do ambiente corporativo ter sinergia com seus próprios valores;
  • Autoestima e Autoconhecimento: confia em si e sabe reconhecer seus pontos fortes e os que ainda precisa desenvolver;
  • Resiliência: tem a capacidade de analisar seus erros, de se responsabilizar por eles e de seguir em frente;
  • Comunicação apurada: sabe se comunicar com outras pessoas e expõe claramente seus objetivos;
  • Adaptação: palavra de ordem! Se adequam e se reinventam, mesmo sob pressão, para superar imprevistos;
  • Tomada de decisão: são assertivos, determinam um planejamento estratégico que antecipa possíveis problemas e já mostra a solução;
  • Inovação: como falamos, a criatividade pode ser uma grande aliada para a transformação e inovação;
  • Disciplina: é importante estabelecer uma disciplina para você não deixar que eventuais erros atrapalhem o caminho.

Coaching e a terapia

Como bem você deve ter percebido, há muitas características que envolvem essa tal de alta performance, e você pode se perguntar como é possível se organizar e trabalhar em cima disso.

O coaching é uma metodologia muito utilizada por profissionais para atingir mais rápido e com mais eficiência seus objetivos, desenvolvendo suas próprias capacidades e habilidades, que irão definir novos rumos e propósitos.

Além do coaching, a psicoterapia sempre traz benefícios para você, na vida pessoal e profissional. Pense que não são só transtornos, como a ansiedade e depressão, que podem ser trabalhadas por um psicólogo ou psiquiatra, você também pode dedicar um tempo para olhar para si próprio e para o seu autoconhecimento e inteligência emocional, características imprescindíveis para quem deseja atingir o melhor da sua performance.

No Zenklub você pode fazer tanto sessões de coaching como de terapia, do conforto da sua casa ou onde você estiver, e quando você puder. As sessões acontecem por videoconsulta e você não precisa mais ter desculpas para não se desafiar a se tornar a pessoa que você gostaria de conhecer.

 

Zenklub

Zenklub

Proporcionar um estilo de vida mais saudável e permitir que as pessoas se empoderem da sua saúde emocional e bem-estar é o objetivo do Zenklub. Para além das matérias no blog, no site você pode consultar um psicólogo por vídeo-chamada de onde estiver. São mais de 80 psicólogos a um clique de distância.
Zenklub