Qual o tamanho da sua lista de resoluções de ano novo? Neste ano que está acabando você conseguiu atingir todos os objetivos que traçou? Sempre que um ano inicia estamos empolgados pelas possibilidades que um novo começo pode trazer, porém quando o tempo passa a rotina nos engole e quando percebemos é 31 de dezembro novamente.

Mas, afinal, por que nunca cumprimos tudo o que nos propomos? Se você já começa o ano em dúvida se vai conseguir ou não cumprir tudo já é um sinal de alerta. A verdade é que o final de ano pode ser carregado de expectativas, mas nada se cumpre sem um bom planejamento.

Para ajudar você a fazer diferente esse ano, listamos 4 motivos pelos quais não realizamos nossas resoluções de ano novo:

1. Não estabelecemos metas claras

Nesse período do ano nos enchemos de otimismo e acreditamos que vamos realizar uma longa lista de resoluções de ano novo. Porém, às vezes nossas metas são genéricas e de difícil execução.

Por exemplo, se sua resolução é emagrecer, pense quantos quilos você quer perder, por qual motivo isso é importante, o que isso vai te trazer de bom e como você pretende fazer isso acontecer.

Ou seja, sem metas claras é muito mais difícil cumpri-las. Por isso, analise quais seus objetivos e escreva-os da maneira mais completa que conseguir.

2. Fazemos a lista de resoluções de ano novo no último dia

Comentamos antes sobre metas claras e buscar a motivação necessária para realizar suas resoluções de ano novo. Mas criar uma lista que seja completa vai levar um certo tempo. O certo é que, durante o ano, você vá anotando o que deseja fazer para depois organizar as informações para o ano seguinte.

No entanto, a maioria de nós deixa para escrever uma série de itens em um pequeno papel, próximo da meia noite do dia 31 de dezembro. Para realizar suas resoluções é preciso de alguns dias para refletir e estruturar as ideias.

3. Exigimos demais de 365 dias

Qual o tamanho da sua lista de resoluções de ano novo? Muitos de nós ficamos ansiosos, pois chegamos ao final de mais um ano e não conquistamos todos os nossos objetivos. Na pressa de fazer acontecer criamos uma lista com tantos itens quanto os dias do ano.

Será que conseguiremos cumprir uma quantidade infinita de tarefas e ainda manter a nossa rotina? Pense em um número pequeno de desejos que você quer ver realizados. Priorize o que é mais importante, assim você chegará ao final do ano mais feliz.

4. Não incluímos nossas resoluções na rotina

Imagine que um dos desejos da sua lista do ano passado era aprender a tocar um instrumento musical. Você se matriculou na aula de violão, frequentou algumas aulas, mas se desanimou porque não estava evoluindo. O que houve? Aprender a tocar violão exige que você treine fora das aulas e por isso seus planos acabaram frustrados.

Isso é apenas um exemplo, mas pode ser aplicado a diferentes atividades. Se não separarmos um tempo do nosso dia-a-dia para incluir nossas resoluções de ano novo, elas nunca serão cumpridas. Portanto, quanto pensar em um item da sua lista para o próximo ano tenha certeza que existe espaço para ele além do dia 31 de dezembro.

Quer ler mais sobre resoluções de ano novo? Leia o artigo escrito pela psicóloga Andrea Cunha sobre o assunto.

Este artigo foi útil?

3.18

Você já votou neste post

Publicado por:

Zenklub

Publicado por:

Zenklub