Já parou pra pensar que existe uma diferença significativa entre Ansiedade e Transtorno de Ansiedade?

A ansiedade faz parte da nossa vida e em níveis normais é positiva e nos movimenta, mas não há remédio ou terapia que faça ela sumir. Além disso, até mesmo aquela ansiedade para um teste, apresentação ou entrevista faz você se empenhar e dar o seu melhor.

Ou seja, a ansiedade é positiva e até mesmo necessária. E, se não fosse ela, não daríamos o nosso melhor. Por isso, hoje eu vou falar um pouco sobre a ansiedade comum do dia a dia e o transtorno de ansiedade. Entenda a diferença entre elas e qual é a melhor forma de lidar.

Qual a diferença entre medo e ansiedade?


Primeiramente, a relação entre medo e ansiedade é muito íntima! Isso porque eles andam sempre juntos. Além disso, são meios de sobrevivência do ser humano e são necessários para nossa vida.

Sempre que sentimos medo, a ansiedade se mostra de alguma forma, seja ela física ou por sintomas psíquicos/emocionais

Por isso, se algo te causa medo (animal, objeto, situação), talvez você sinta os sintomas da ansiedade. Como por exemplo, coração batendo forte, suor, pavor, desespero, frio na barriga, o famoso “branco” em situação de pressão, entre outros. Mas fique tranquilo, tudo isso é normal.

Mas, quando essas situações são frequentes e prejudicam seu dia a dia, isso pode ser um sinal de alerta. Por exemplo, você pode estar sofrendo com um Transtorno de Ansiedade. Se esse for o caso, é necessário buscar ajuda de um profissional.

Qual a diferença entre ansiedade e transtorno de ansiedade?

A diferença entre ansiedade e transtorno de ansiedade é feita por meio de uma avaliação com um profissional de saúde mental. Mas, no geral, é um transtorno, que pode gerar danos na qualidade da vida profissional, social e afetiva da pessoa.

Por isso, fique atento, se a ansiedade te impede de fazer algo que é importante, ou que antes era prazeroso, você pode precisar de acompanhamento médico e psicológico. 

Além disso, procure um profissional, se você sentir alguns dos sintomas físicos ou emocionais citados abaixo:

  • Pensamentos negativos repetitivos;
  • Dificuldade para dormir:
  • Preocupações e medos exagerados;
  • Incapacidade de controlar os pensamentos ruins;
  • Aflição e angústia;
  • Falta de ar e dor no peito;
  • Palpitação;
  • Suor excessivo.

Normalmente, você consegue perceber os sintomas da crise de ansiedade com mais facilidade. Isso porque eles são muito intensos e podem ocorrer com ou sem motivo aparente.

Qual é o tratamento para Ansiedade?


Existem alguns tratamentos para ansiedade, e é possível ter qualidade de vida. Normalmente o tratamento se dá através do acompanhamento psicológico e psiquiátrico. Ou seja, essa dupla pode fazer com que o caso melhore muito mais rápido e pessoa volte para seu dia a dia.

Mas, vale lembrar que o objetivo do tratamento vai ser manter a ansiedade em um nível normal, e nunca acabar com ela. Além da terapia, tem algumas hábitos que você pode mudar para levar uma vida mais tranquila. Conheças alguns tratamentos alternativos.

Tratamentos alternativos

Existem alguns tratamentos alternativos para Ansiedade que podem te ajudar e ser feitas além do acompanhamento com um profissional. No entanto, elas não eliminam a necessidade do tratamento. Veja abaixo:

Por isso, separei três itens bem importantes para a manutenção de um nível de ansiedade adequado:

1) Procure ter boas noites de sono


Neste caso, ter boas noites de sono é essencial.

Caso você não consiga dormir, tem muitos sonhos, sono leve ou agitado, isso pode significar que está ansioso ou estressado. Isso pode piorar a situação.

Por isso, é interessante que você mantenha uma rotina de sono saudável, com regularidade de horário e evite resolver problemas antes de deitar.

Além disso, meditar e fazer técnicas de respiração antes de dormir também são muito efetivas. Outras boas práticas são: escutar música calma, ler e deixar as luzes mais leves à noite.

O sono é essencial para um bom funcionamento da mente e do corpo. Uma boa noite de sono pode te ajudar a resolver problemas de forma mais rápida do que você imaginaria. 

O ideal é encontrar aquilo que funcione para você!

2) Tenha uma alimentação saudável

Alimentação saudável e um acompanhamento com nutricionista tem um impacto muito positivo no controle e tratamento para ansiedade. Diversos alimentos podem ajudar a ter uma vida mais saudável.


3) Pratique exercícios físicos

Pratique exercícios físicos. Dormir bem e se alimentar de forma correta também é uma forma que contribui com o tratamento para a ansiedade.

Se você está com dúvidas e percebe que isto pode estar te atrapalhando, o ideal é procurar um profissional da saúde mental para te ajudar.

Concluindo, não é normal viver com mal-estar, angústia ou medo e ansiedade exagerados. O normal é ter qualidade de vida. Cuide de você.

Eu posso te ajudar!

Eu posso te ajudar a entender os seus seus sentimentos e emoções. Você pode conversar comigo sobre ansiedade, depressão, autoestima, relacionamentos e maternidade. Vem comigo nessa jornada rumo ao autoconhecimento!

Agende sua sessão comigo agora.

Este artigo foi útil?

4.13

Você já votou neste post

Publicado por:

Vanessa Bernardi

Publicado por:

Vanessa Bernardi

É psicóloga formada pelo Centro Universitário da Serra Gaúcha, 2015 e possui pós-graduação em Psicologia Positiva pela PUCRS. Têm experiência com psicologia clínica e organizacional. Hoje, como psicóloga digital, se dedica exclusivamente à clínica psicológica e atende pacientes em todo o mundo. CRP: 07/25325