Dois terços das mães brasileiras consideram a rotina difícil, exaustiva ou impossível. Foi o que constatou uma pesquisa inédita realizada pelo Instituto Qualibest e pelo site Mulheres Incríveis.

O estudo, intitulado A Nova Mãe Brasileira, revelou ainda que  somente 9% das mulheres entrevistadas se identificam com a imagem da mãe que aparece na mídia. Além disso, 70% das mulheres afirmaram que se sentem julgadas ou cobradas.

Falta de tempo e dificuldade de alcançar o equilíbrio entre ser exigente demais e permissiva demais está sobre as principais queixas das mães entrevistadas para a pesquisa, que mostrou mais de 1300 mulheres de todas as classes sociais, faixas etárias e regiões do país.

O papel do autoconhecimento na maternidade

A psicóloga Anna Frimm, que atende por vídeo-consulta no Zenklub, acredita que o autoconhecimento pode ajudar as mães a estabelecer os limites necessários para a educação dos filhos.

É mais fácil impor limites na relação com os filhos quando a mãe se conhece melhor], porque a mãe exerce essa atitude importantíssima de impor limites com muito mais segurança. Ela sabe que esse é um papel que lhe cabe para ter filhos responsáveis e conscientes de seus direitos e deveres

A psicóloga explica a importância do autoconhecimento na maternidade, inclusive para que as mulheres consigam encontrar o tão desejado equilíbrio.

“O autoconhecimento permite que o indivíduo tenha uma percepção maior (mais realista) de como ele se comporta na vida e o efeito que isso causa no outro. Alguns comportamentos dos pais podem prejudicar os filhos sem que eles (pais) tenham consciência disso. Um bom exemplo é a superproteção. Muitos pais se consideram zelosos, afetivos, preocupados, mas não se dão conta que constantemente acabam privando o filho de lidar com experiências de frustração. A super proteção acaba por fragilizar a criança e muitas vezes ela tenderá a se acovardar diante dos desafios da vida”, diz ela.

De acordo com Anna Luisa, as mães que se conhecem melhor estimulam os filhos a buscar o autoconhecimento desde cedo, “pois a mãe, ao reconhecer os benefícios do autoconhecimento, naturalmente deseja o mesmo para o filho”, finaliza.

Leia a matéria que escrevemos sobre a autoestima das crianças, e o papel essencial que pais e professores desempenham.

O Zenklub e a promoção do autoconhecimento

Zenklub é a maior rede credenciada de psicólogos online, onde você tem acesso a mais de 500 especialistas por vídeo-consulta.

Você pode escolher o psicólogo pela linha de atuação e pelas áreas nas quais ele tem mais experiência: orientação a pais, adolescentes, estresse, mindfulness, entre outras.

Este artigo foi útil?

4

Você já votou neste post

Publicado por:

Jo Melo

Publicado por:

Jo Melo

Redatora no Zenklub e especialista em Comunicação e Marketing Digital. Sou mãe, indígena, apaixonada por gatos, artes marciais, sociedade e literatura. No Blog do Zenklub trago assuntos relacionados a raça/etnia, trabalho, mulheres, maternidade, bem-estar e autoconhecimento.