O transtorno afetivo sazonal ou depressão sazonal é uma depressão relacionada às mudanças climáticas. Ou seja, as transformações da natureza podem influenciar em nossa saúde mental. Por isso, é preciso ficar atento aos sinais para saber quando buscar apoio e tratamento profissional.

O que é depressão?

Para entender o que é o transtorno afetivo sazonal, precisamos explicar primeiro o que é depressão. Antes de mais nada, a depressão é uma doença grave causada por um desequilíbrio bioquímico no cérebro, que faz a pessoa se sentir desanimada. Então, a pessoa sente uma tristeza profunda, a autoestima se abala, as atividades que antes eram prazerosas passam a não interessar mais.

Além disso, a pessoa também pode apresentar sintomas físicos, como dores de cabeça e no corpo. Portanto, ela afeta e prejudica bastante todas as áreas da vida, social, acadêmica, pessoal e profissional.

O que é transtorno afetivo sazonal?

É um tipo de depressão que aparece entre o outono e o inverno. Por isso, essa doença também é conhecida como depressão sazonal de verão ou depressão sazonal de inverno. Trata-se de uma depressão que ocorre por conta dos efeitos da natureza. Ou seja, as mudanças climáticas fazem com que a pessoa sofra uma mudança no humor e vivencie os sintomas da depressão.

Transtorno afetivo sazonal: como a depressão começa?

A depressão sazonal ou transtorno afetivo sazonal começa geralmente entre o fim do verão e início do outono. Portanto, à medida que o clima muda, a pessoa começa a ficar deprimida. Os sinais de como a depressão começa incluem um ar mais cabisbaixo, uma fadiga ou aquela preguiça. A temperatura cai, enquanto a angústia aumenta e os hobbies vão para escanteio.

Quais são os sintomas da depressão?

Os sintomas do transtorno afetivo sazonal são praticamente os mesmos da depressão.

  • Ansiedade
  • Tristeza
  • Irritabilidade
  • Cansaço excessivo ou fadiga
  • Mudança no apetite
  • Distúrbio do sono
  • Perda de interesse em coisas que gosta
  • Dificuldade em se concentrar

Em geral, também é possível dizer que a depressão sazonal costuma ser mais leve que o transtorno depressivo maior. No entanto, mesmo o transtorno afetivo sazonal pode piorar e se tornar algo maior. Por isso, merece cuidado e atenção como qualquer outro distúrbio.

Transtorno afetivo sazonal: por que a depressão acontece?

Mas, afinal, por que a depressão acontece? Quando se trata de transtorno afetivo sazonal, a principal causa está relacionada ao sol. Isso porque durante o outono e o inverno, a incidência de luz solar é menor. Nessas estações também tendemos a mudar algumas atitudes e comportamentos devido à baixa temperatura. Por exemplo, é comum ficar mais tempo em casa, diminuindo ainda mais a exposição ao ar livre.

Por consequência, reduzimos a produção de algumas substâncias, como a serotonina e a melatonina – que estão ligadas ao humor. Essa desarmonia pode deixar a pessoa mais deprimida, ansiosa e cansada, gerando o transtorno afetivo sazonal. Outro estudo acrescenta ainda que com a menor exposição ao sol, diminuem os níveis de vitamina D no corpo. E isso faz com que a pessoa se sinta mais cansada.

Quanto tempo dura a depressão?

A resposta para essa pergunta é muito relativa e pessoal. No entanto, quando se trata do transtorno afetivo sazonal, o distúrbio costuma ter começo, meio e fim. A depressão sazonal – como o próprio nome já diz – acontece em um período do ano. Mais especificamente, nas estações mais frias. Logo, quando a temperatura aumenta, o humor tende a melhorar e a tristeza vai diminuir com o sol.

Transtorno afetivo sazonal: como ajudar uma pessoa com depressão à distância?

A depressão afetiva sazonal é mais propensa de ocorrer em lugares onde o inverno é mais rigoroso e os dias ficam mais curtos nesse período. Por isso, frequentemente nos deparamos com um amigo ou um parente que mora no exterior passando por essa dificuldade. E aí, como ajudar uma pessoa com depressão à distância? Em primeiro lugar, a melhor recomendação é incentivar a pessoa a buscar ajuda profissional.

Os tratamentos para o transtorno afetivo sazonal são bastante eficazes e proporcionam melhor qualidade de vida ao paciente. Além disso, é importante que o paciente conte com o apoio da família e dos amigos. Embora a pessoa esteja longe fisicamente, é possível se fazer presente para que ela não se sinta sozinha. Por isso, esteja à disposição para ouvi-la sem fazer julgamentos. Ofereça toda a sua energia positiva e mostre que vai ficar tudo bem.

Transtorno afetivo sazonal: como tratar?

A depressão sazonal possui uma série de tratamentos bastante eficazes para oferecer qualidade de vida ao paciente. Confira a seguir.

Psicoterapia

A psicoterapia figura entre os principais tratamentos da depressão sazonal. A terapia cognitiva comportamental, por exemplo, é capaz de desvendar a origem do problema e de proporcionar melhor compreensão sobre ele. Além, é claro, de ajudar o paciente a lidar com a depressão.

Fototerapia

O transtorno afetivo sazonal também pode ser tratado com fototerapia. Nela, o paciente recebe a aplicação de luz. É como se substituísse a exposição ao sol.

Medicamentos

Além disso, alguns medicamentos antidepressivos também podem ser usados no tratamento da depressão sazonal. O objetivo é regular os níveis de serotonina no cérebro a fim de melhorar os sintomas. Em alguns casos, pode ser recomendado também o uso de vitamina D.

Este artigo foi útil?

5

Você já votou neste post

Publicado por:

Zenklub

Publicado por:

Zenklub