O Transtorno de Ansiedade Generalizada (T.A.G.) é um dos transtornos de ansiedade mais comuns. No entanto, é diferente da ansiedade saudável, aquela que sentimos quando temos um evento importante, uma viagem ou entrevista de trabalho. Isso porque, o TAG tem como principal característica uma preocupação desproporcional.

O que é Transtorno de Ansiedade Generalizada?

A psicóloga especialista em gestão de relações humanas pela PUC-GO, Lidiane Pontes, que atende online no Zenklub, diz que pessoas com ansiedade generalizada tendem a demorar mais pra procurar ajuda. Isso porque é comum confundir os sintomas com uma fase difícil na vida, ou traços de uma personalidade forte.

Ou seja, diferente de outros transtorno de ansiedade, como o transtorno obsessivo-compulsivo (TOC), a ansiedade generalizada é um mal-estar que apresenta um pouco menos de sintomas.

Quais são os sintomas do Transtorno de Ansiedade Generalizada?

Cada caso é diferente, mas devemos ficar atentos a alguns sintomas que podem acender um sinal de alerta:

  • Inquietude ou se sentir ativo demais
  • Sensação de falta de energia
  • Dificuldade de memorizar coisas
  • Alterações gastrointestinais e digestivas
  • Ficar cansado mais facilmente
  • Dificuldade de concentração ou ter a mente em branco
  • Insônia
  • Irritabilidade
  • Tensão muscular
  • Perturbações do sono
  • Dores de cabeça ou enxaqueca
  • Sudorese
  • Náuseas

O diagnóstico de T.A.G. é feito quando o pessoa apresenta três ou mais sintomas dos citados acima, mas em crianças é necessário apenas um. Além disso, os sintomas tem que ser persistentes nos últimos seis meses.

Além disso, há outros sintomas que apoiam esse diagnóstico. Como por exemplo, tremores e dores musculares.

CONHEÇA A HISTÓRIA DE 3 PESSOAS QUE SUPERARAM A ANSIEDADE

Gatilhos mentais

Gatilhos mentais podem ser o começo dos sintomas de problemas psicológicos. Ou seja, no caso da T.A.G. em algumas situações a pessoa responde com os sintomas acima.

Por exemplo, é como um um espiral, onde a pessoa vai entrando mais e mais em um sentimento negativo até o ponto em que a situação já saiu do controle. Daí surge a crise de ansiedade.

12 coisas que você precisa saber sobre crise de ansiedade:

  • A ansiedade é um impulso natural e vital para a nossa sobrevivência. Foi o que impediu o homem das cavernas de ser extinto por predadores, por exemplo.
  • Quando procurar ajuda profissional? Quando a ansiedade te impedir de fazer coisas como dormir ou trabalhar.
  • Durante uma crise, o T.A.G. causa dor, boca seca, falta de ar, taquicardia, formigamento, entre outros.
  • Ansiosos dormem muito mal, porque têm dificuldade de relaxar.
  • Mulheres têm mais chances de desenvolver esse tipo de transtorno. Isso porque os hormônios são os principais culpados.
  • Ambientes estressantes e traumas são causas frequentes.
  • Muitos ansiosos entram em pânico com a possibilidade de entrar em pânico.
  • O tratamento inclui acompanhamento psiquiátrico e psicológico.
  • Não se automedique. Isso porque os remédios para tratar ansiedade podem causar dependência.
  • Os remédios não vão te transformar em um zumbi. Basta seguir as orientações do médico.
  • Os psicólogos indicam Terapia Cognitivo-Comportamental para tratar ansiedade.

Teste de ansiedade

Reconhecer que você tem um problema nem sempre é simples. Mas se você quer saber o seu nível de ansiedade, faça o nosso teste. Dê uma olhada no questionário de 7 perguntas que tem duração de menos de 1 minuto.

Qual é o tratamento para T.A.G?

Os tratamentos indicados para o T.A.G. incluem o uso de remédios para ansiedade e atendimentos psicológicos. Dessa maneira, o objetivo é ajudar a pessoa a lidar com os problemas de forma real.

A terapia usada é, geralmente, a cognitivo-comportamental. Desse modo, a pessoa trabalha uma forma de educar sua mente para lidar com os problemas reais de uma forma adaptada ao que ela conhece. Ou seja, se ressignifica a maneira de lidar com os gatilhos emocionais.

Vale lembrar que somente um médico especialista pode dar o diagnóstico de T.A.G. Dessa maneira, você deve passar por alguns exames, para garantir que os sintomas não são de alguma outra doença. Além disso, o médico vai saber qual o melhor tratamento e, caso necessário, te indicará o uso correto de remédios ou outros tratamentos.

Como controlar a ansiedade?

Ter um estilo de vida saudável é uma boa dica para reduzir a ansiedade, bem como uma mudança no seu dia a dia. Além disso, praticar o autoconhecimento e a autoaceitação são fundamentais nessa jornada.

Separamos algumas dicas que podem te ajudar nesse desafio:

Ir para a cama cedo

privação do sono é um grande culpado da ansiedade. Ou seja, sono inadequado pode ampliar as reações antecipadas do cérebro, aumentando os níveis de ansiedade.

Use música para relaxar

Ouvir música reduz 65% dos níveis de ansiedade, além de ser uma atividade legal.

Acorde 15 minutos mais cedo

Como a maioria das pessoas ansiosas, você provavelmente está correndo pela manhã e gritando com todos a sua volta “Vamos atrasar!”. Então, diminua o ritmo e tente se preparar para um dia relaxado pela frente. No entanto, se você começar a se preocupar com a lista de tarefas, respire fundo e pense, há tempo suficiente.

Reduza cafeína, açúcar e alimentos processados

A cafeína e baixos níveis de açúcar no sangue podem causar palpitações cardíacas. Além disso, esses alimentos podem ser ruins para a sua saúde e atrapalhar no controle da ansiedade.

Que tal tentar meditação?

Não é fácil praticar meditação, então experimente diariamente esse exercício por 5 minutos, se concentrando apenas na sua respiração. Muitas pessoas vêm adotando a prática da meditação ou mindfulness como um hábito saudável. Além disso, essa é uma maneira poderosa de combater o estresse e a ansiedade.

Faça atividade física

Assim como para qualquer outro tratamento, movimentar o corpo e ter uma atividade física como hobby pode ajudar muito para um dia a dia mais produtivo e menos ansioso.

Não se culpe demais

Um dos trabalhos mais difíceis de um terapeuta é convencer uma pessoa ansioso de que os sentimentos de culpa e vergonha não são precisos. Ou seja, pensamentos negativos causam sentimentos negativos, e muitos deles são automáticos e inconsciente.

Sempre que precisar procure ajuda

Ir a um especialista não faz de você uma pessoa doente, mas sim alguém que se cuida e que se preocupa com o seu próprio bem-estar emocional.

Acompanhamento profissional

A terapia, seja ela com um psicólogo online ou presencial, é a sua melhor aliada na hora de diminuir a ansiedade e, enfim, tratá-la. Além disso, é o método ideal fazer as mudanças de vida que você precisa.

Zenklub é a maior rede vídeo-consultas com especialistas em bem-estar emocional, onde você tem acesso a mais de 100 especialistas a qualquer hora, de qualquer lugar que podem te ajudar nessa jornada.

Este artigo foi útil?

4.44

Você já votou neste post

Publicado por:

Zenklub

Publicado por:

Zenklub