O Brasil tem a maior taxa de pessoas com depressão da América Latina, com 11,5 milhões de pessoas doentes. Além disso, a taxa de depressão nas mulheres é 30% mais elevada do que nos homens. Isso acontece por alguns motivos que vamos explorar nesse texto, entre eles deficiências hormonais e traumas.

Quais as causas da depressão?

A depressão acontece quando temos algum problema na produção de neurotransmissores no cérebro. Ou seja, essas substâncias, como a serotonina e a noradrenalina, enviam impulsos nervosos para diversas partes do cérebro. Essas alterações são responsáveis por causar os sintomas da depressão.

No entanto, quando identificada no início, o tratamento é mais simples com o acompanhamento de um psicólogo. Mas se o caso for mais avançado, é preciso aliar esse trabalho ao acompanhamento de um psiquiatra, que pode receitar remédios.

Apesar da diferença nos dados, não existem diferenças no tratamento da depressão nas mulheres ou nos homens.

Por que mulheres sofrem mais com depressão?

No cenário da depressão global, o Brasil fica à frente de países como o Chile e Uruguai, além de liderar os índices de pessoas afetadas pela ansiedade na América Latina. Além disso, as mulheres são 30% mais afetadas pela depressão do que os homens.

Em geral, isso acontece por motivos ambientais, genéticos, hormonais e pela vivência de traumas. Ou seja, as mulheres passam por uma maior variação de hormônios, como por exemplo a menopausa, e isso por afetar a produção dos neurotransmissores citados acima.

Além disso, as mulheres tendem a passar por situações mais difíceis relacionadas a traumas, como por exemplo abuso sexual, abuso de poder, entre outros.

Até mesmo um momento de felicidade como a gravidez pode ser um trauma. Por exemplo, a depressão pós-parto afeta até 15% das mães. Isso acontece porque a mulher passa por uma mudança muito grande, e, muitas vezes, não sabe bem como lidar.

Depressão nas mulheres: como ajudar?

Você provavelmente conhece uma mulher que luta ou já enfrentou a depressão. Mas, afinal, como você pode ajudar? Bom, precisamos ser empáticos e procurar entender a dor do outro. Seja paciente e incentive e recomende que a pessoa procure ajuda na terapia.

Se quiser saber mais, confira nossa texto sobre como ajuda uma pessoa com depressão.


Teste de depressão

O diagnóstico nem sempre é simples, mas podemos ajudar. Faça nosso teste de depressão e entenda os níveis de depressão. O questionário leva menos de 3 minutos para fazer e é uma adaptação do teste PHQ  – Patient Health Questionnaire.

Procure ajuda

Além disso, vale lembrar que depressão não é frescura, e se você precisar procure a ajuda de um profissional. Não sinta vergonha, depressão é uma doença que tem cura!

Zenklub é a maior rede vídeo-consultas com especialistas em bem-estar emocional, onde você tem acesso a mais de 100 especialistas a qualquer hora, de qualquer lugar para te ajudar no que precisar.

Este artigo foi útil?

5

Você já votou neste post

Publicado por:

Rui Brandao

Publicado por:

Rui Brandao

Rui Brandão é médico, com experiência em Portugal, Brasil e Estados Unidos da América, e mestre em Administração pela FGV em São Paulo. Hoje é CEO & Co-fundador do Zenklub, plataforma de saúde emocional e desenvolvimento pessoal que oferece conteúdos, profissionais e ferramentas especializadas para mais de 1.5 milhões de pessoas no Brasil.