Se você quer saber se ansiedade tem cura, está no lugar certo! Afinal, quem sofre desse transtorno sabe o quão difícil é conviver com a doença e como ela complica o dia a dia. Por isso, convidamos um especialista no assunto para esclarecer tudo o que você precisa saber e para responder se ansiedade tem cura!

Antes de saber se ansiedade tem cura, vamos entender o que é ansiedade

Ansiedade é uma reação natural do corpo. Essa sensação está relacionada à preocupação, nervosismo e medo. É um mecanismo importante que prepara o ser humano para encarar um “perigo”.

Em termos práticos, é aquela ansiedade antes da prova nos faz estudar mais, por exemplo. Ou aquele nervosismo na véspera da viagem que nos impulsiona a checar se não esquecemos nada. 

Também é uma função importante para gerar adaptação a algo novo ou para o enfrentamento de um desafio.  

Quando a ansiedade vira transtorno

A ansiedade se torna um transtorno quando é excessiva e desproporcional aos fatos. O medo e a preocupação começam a nos afetar. 

O transtorno de ansiedade torna as expectativas em uma apreensão que pode beirar o irracional. Ou em uma espécie de nervosismo de difícil controle. Além disso, o distúrbio traz uma série de sintomas que interferem na qualidade de vida. 

Esse quadro acaba atrapalhando no dia a dia, no trabalho, nas relações, na visão de mundo, entre outros. A ansiedade deixa de ser apenas uma reação natural e se torna uma doença. 

Conheça os tipos de ansiedade e seus sintomas

O termo “ansiedade tem cura” gera um alto número de buscas na internet e isso indica que a questão causa incômodos, das quais as pessoas querem se livrar. Partindo dessa ideia, é importante conhecer os principais sintomas:

  • Respiração ofegante
  • Falta de ar
  • Suor
  • Palpitações e dores no peito
  • Tremedeira 
  • Agitação de pernas e braços
  • Tensão muscular
  • Tontura 
  • Enjoo e vômitos
  • Irritabilidade
  • Cefaleia ou enxaqueca
  • Insônia
  • Dificuldade de concentração
  • Desequilíbrio dos pensamentos

Esses sintomas de ansiedade indicam que algo não vai bem. E quando esses sinais são persistentes, pode sinalizar a presença do distúrbio. Existem 5 principais tipos de ansiedade. Veja a seguir.

Transtorno de ansiedade generalizada

Conhecido pela sigla TAG, o transtorno de ansiedade generalizada tem cura e é um quadro caracterizado por uma preocupação excessiva. Também costuma estar associado ao estresse e à inquietude nas expectativas, afetando a rotina da pessoa. 

Síndrome do pânico

A síndrome do pânico ou transtorno do pânico é representada por uma forte sensação de mal-estar e temor intenso. A pessoa sente como se estivesse tendo um ataque cardíaco, perdendo o controle de si e sentindo como se fosse morrer. 

Transtorno de estresse pós-traumático

Como o próprio nome já denuncia, o transtorno de estresse pós-traumático é causado por um trauma. Por isso, um sintoma bem particular desse tipo de ansiedade é a recordação da vivência negativa invadindo seus pensamentos repetidamente. 

Transtorno obsessivo-compulsivo

Também chamado pela sua sigla, TOC, o transtorno obsessivo-compulsivo está relacionado ao medo de perder o controle. Esse distúrbio é caracterizado por comportamentos compulsivos e repetitivos. 

Fobias

A fobia é um tipo de ansiedade conhecido pelo medo exacerbado de algo, como um objeto, animais, pessoas ou situações. A fobia social, por exemplo, provoca pânico diante de pessoas, enquanto aracnofobia gera um pavor irracional por aranhas. 

Como é feito o diagnóstico da ansiedade

Após todas essas explicações, a pergunta que fica é: como saber se tenho ansiedade? O diagnóstico é feito por um profissional especializado, como médico psiquiatra ou um psicólogo.

O especialista realiza uma análise clínica criteriosa. Isso envolve não só os sintomas, mas também, a história de vida, atitudes e exames físicos. É possível ainda que alguns exames sejam solicitados para descartar a possibilidade de outras doenças. 

Agora sim, a ansiedade tem cura?

Sim, a ansiedade tem cura, de acordo com José Paulo Menezes de Souza, psicanalista clínico. Existem diversas metodologias que possibilitam tratar o problema e melhorar a qualidade de vida do paciente. 

Como curar a ansiedade?

Dentre as alternativas de tratamento, vale destacar a psicoterapia. As sessões com um especialista possuem um papel fundamental quando o assunto é como curar a ansiedade. Isso é possível independentemente do nível que se encontra a ansiedade do paciente, segundo José.

Em alguns casos, pode ser necessário atuar com mais de uma terapia. Ou seja, além do acompanhamento com um psicólogo, pode ser necessário também o uso de medicamentos ou técnicas naturais.

Depressão e ansiedade têm cura?

Sim, depressão e ansiedade têm cura. Em ambos os casos, independentemente do nível do problema, a psicoterapia pode obter êxito no tratamento. 

“A cura é iniciada por adição dos questionamentos socráticos que envolvem a reflexão aliada à parte comportamental”, explica José. Esse trabalho envolve também a aplicação de exercícios que ajudam a modelar as crenças adquiridas. 

Para o psicanalista, a ansiedade é um palco de emoções e sentimentos. Já a depressão é um estágio mais severo no contexto emocional. Muitas vezes, esse transtorno depressivo “deu início lá na ansiedade sem prévio tratamento”, conclui.

Ansiedade tem cura definitiva?

A ansiedade tem cura definitiva. Mas José ressalta que o paciente deve ter em mente que o controle emocional deriva do autoconhecimento. Ele acrescenta ainda que é preciso considerar os gatilhos que influenciam negativamente sobre o cognitivo e o emocional.

“Uma situação comum que aparece em casos de ansiedade é a sensação de avanço. Mas basta acontecer um novo fato traumático para que os sintomas reapareçam”, afirma o psicanalista.  

Por essa razão, é importante que o paciente leve o tratamento a sério e sem interrompê-lo. “A cada novo acontecimento traumático será uma nova contextualização e certamente um olhar renovado frente aos desafios internos”, esclarece.

Crise de ansiedade tem cura?

A crise de ansiedade tem cura, sim. O tratamento proporciona mais autoconhecimento e maior consciência de si, permitindo um maior controle emocional e psíquico. 

Como consequência desse trabalho, é possível aprender a lidar com os gatilhos. E o melhor, o indivíduo se torna capaz de evitar que os ataques aconteçam. Portanto, a notícia é boa: crise de ansiedade tem cura, desde que se faça o tratamento corretamente. 

Se identificou com os sintomas? Saiba como tratar a ansiedade

O transtorno de ansiedade tem cura. Estão disponíveis diversos tratamentos que mostram como tratar a ansiedade. E nesta lista, há psicoterapia, medicamentos alopáticos e fitoterápicos, meditação, florais, entre outros. 

Psicoterapia

A psicoterapia é um dos principais métodos quando o assunto é como tratar a ansiedade. É um tratamento realizado basicamente através de uma conversa com um profissional especializado, como psicólogos e psicanalistas. 

O terapeuta utiliza técnicas, expertise e outras ferramentas para abordar e trabalhar diversas questões com o paciente. Isso ajuda o indivíduo a compreender a si mesmo e a lidar com as suas próprias emoções. 

Medicamentos

Em alguns casos, a questão “ansiedade como tratar?” também pode envolver o uso de medicamentos. As prescrições dos médicos psiquiatras normalmente variam entre três tipos de medicações:

  • Antidepressivos: a química também é responsável por podermos afirmar que depressão e ansiedade têm cura. Portanto, não é preciso se assustar. Os antidepressivos são fármacos que regulam os neurotransmissores do sistema nervoso central e ajustam a produção de hormônios do bem-estar.
  • Ansiolíticos: esse tipo de remédio ajuda a reduzir a euforia e a tensão, aliviando os sintomas físicos da ansiedade. Por essa razão, é conhecido como calmante, e costuma ser utilizado como coadjuvante para tratar a ansiedade. 
  • Antipsicóticos: esse medicamento ajuda a amenizar os sintomas da ansiedade, especialmente nas fases mais críticas. Crise de ansiedade tem cura, mas ela não é exatamente baseada em antipsicóticos. Ele, na verdade, é um importante aliado no tratamento. 

Terapias naturais e complementares

As terapias naturais também figuram entre as soluções. Neste quesito, existem várias opções para cuidar da saúde mental, seja como forma de prevenção, seja no tratamento. Conheça algumas:

  • Florais de bach: a terapia com florais de bach é baseada em essências de flores que restabelecem o equilíbrio corporal. Para muitos, a crise de ansiedade tem cura por meio de fórmulas como o Rescue Remedy. 
  • Medicamentos fitoterápicos: os comprimidos fitoterápicos são produzidos à base de plantas e podem ser uma ótima alternativa de como tratar ansiedade.  
  • Meditação para ansiedade: essa é uma das atividades mais eficientes para quem busca como curar a ansiedade. Isso porque a meditação para ansiedade proporciona uma série de benefícios físicos e psíquicos, como autocontrole, bem-estar, alívio das dores, entre outros. 
  • Chá para ansiedade: o transtorno de ansiedade tem cura também através desse remédio milenar. O chá para ansiedade é feito com ervas, como camomila e valeriana, que atuam como calmantes. Essa propriedade ajuda o paciente a dormir melhor, relaxar e aliviar os sintomas físicos. 

Como a psicoterapia pode ajudar na ansiedade? 

A psicoterapia é um dos melhores caminhos para quem deseja saber como tratar a ansiedade. 

Exercícios para ansiedade

A crise de ansiedade tem cura, sim! Para isso, José Paulo Menezes de Souza, psicanalista clínico, pontua que o acompanhamento, no mínimo, semanal é fundamental. Assim, como também é necessário que haja avanços nos exercícios para ansiedade no enfrentamento.

Ou seja, é preciso que haja a colaboração e o empenho do paciente para alcançar esse resultado. Por isso, é um trabalho que envolve reflexão e prática. Uma dose de paciência no seu desenvolvimento também é bem-vinda. 

Quanto tempo dura o tratamento da ansiedade?

A ansiedade generalizada tem cura. Mas o tempo de duração do tratamento é muito relativo e varia de pessoa para pessoa. José explica que é preciso levar em consideração alguns fatores que corroboram para a obtenção do êxito. 

“Falar sobre tempo depende basicamente da aplicabilidade em torno dos exercícios psicológicos e da condução de novos pensamentos e emoções”, discorre. O psicanalista esclarece ainda que “a base da conquista da cura é o desmembramento disfuncional em curso”.

Como posso saber se o tratamento está surtindo efeito?

“O aspecto que indica melhoria é a redução nos sintomas iniciais relatados na primeira sessão”, conclui. 

A abordagem terapêutica e os exercícios comportamentais são aplicados na melhoria dos pensamentos, sentimentos e emoções. É como se fossem desvinculados aos poucos, permitindo o maior autocontrole.

Agora que você já se a ansiedade tem cura, procure a ajuda de um especialista

E, como ansiedade tem cura, você pode contar com os especialistas do Zenklub para te ajudar nessa jornada. Aqui você encontra mais de 500 profissionais especializados, certificados e criteriosamente selecionados para te atender! Tudo isso sem precisar sair de casa e sempre que desejar.

Referências

https://www.msdmanuals.com/pt-br/casa/dist%C3%BArbios-de-sa%C3%BAde-mental/ansiedade-e-transtornos-relacionados-ao-estresse/transtorno-de-ansiedade-generalizada-tag
https://www.minhavida.com.br/saude/temas/ansiedade
https://www.uol.com.br/vivabem/noticias/redacao/2018/07/17/ansiedade-o-que-e-quais-os-tipos-os-sintomas-e-tratamentos-mais-eficazes.htm
https://www.uol.com.br/vivabem/noticias/redacao/2018/12/13/ansiedade-nao-e-tudo-igual-conheca-9-subtipos-que-precisam-de-tratamento.htm
https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-44462000000600006
https://www.tuasaude.com/ansiedade-tem-cura/
https://www.uol.com.br/vivabem/noticias/redacao/2017/01/12/5-atitudes-que-podem-ajudar-a-combater-a-ansiedade-sem-precisar-de-remedio.htm

Este artigo foi útil?

4.33

Você já votou neste post

Publicado por:

Rui Brandao

Publicado por:

Rui Brandao

Rui Brandão é médico, com experiência em Portugal, Brasil e Estados Unidos da América, e mestre em Administração pela FGV em São Paulo. Hoje é CEO & Co-fundador do Zenklub, plataforma de saúde emocional e desenvolvimento pessoal que oferece conteúdos, profissionais e ferramentas especializadas para mais de 1.5 milhões de pessoas no Brasil.