A terapia sexual é uma forma de cuidar da saúde sexual que ajuda não só pessoas que precisam de orientações específicas, mas também casais que necessitam de ajuda no aspecto da sexualidade.

O profissional que conduz a terapia sexual estuda as mais diversas áreas do conhecimento a fim de conhecer a fundo as relações da sexualidade com a saúde e as nuances que envolvem o ato sexual.

Para que você descubra mais sobre esse interessantíssimo assunto, preparamos um conteúdo especial para você!

Boa leitura!

O que é terapia sexual?

A terapia sexual é um conjunto de sessões conduzidas por um profissional qualificado que envolve cuidados com questões relativas à sexualidade que afligem cada ser humano.

O formato de atendimento pode ser como terapia sexual online, que pode ser igualmente eficaz em comparação ao presencial e ainda se respeita o isolamento social.

O que é muito interessante na terapia sexual é que o profissional precisa, para realizar um trabalho profundo e realmente eficaz, beber de várias fontes do conhecimento humano, entre elas:

  • Biologia
  • Psicologia
  • Educação
  • Sociologia
  • Antropologia
  • Criminologia
  • Medicina
  • Epidemiologia
  • Neurologia

Todos esses conhecimentos se ordenam de uma determinada forma em cada pessoa.

Além disso, em cada fase da vida há questões que envolvem a sexualidade e podem ser abordadas pelo terapeuta sexual, também conhecido como sexólogo. 

Algumas questões que podem ser abordadas durante uma terapia sexual são:

  • Desenvolvimento sexual ao longo da vida (sexualidade infantil, sexualidade na adolescência e na maturidade)
  • Relações sexuais
  • Comportamento e atividade sexual
  • Identidade e orientação sexual e também com grupos (culturas, pessoas com deficiência, adolescentes , sexo em idade avançada)

Por toda essa complexidade, nem todas as pessoas podem ser terapeutas sexuais. 

Dá uma olhada nos pré-requisitos…

Quem pode ser terapeuta sexual?

A terapia sexual na verdade é uma especialização que pode ser feita por uma série de profissionais.

Os cursos de terapia sexual podem ser realizados online (ou seja, em EAD) e formam profissionais capacitados para lidar com os principais dramas humanos relacionados à relação sexual.

Veja algumas das áreas que podem realizar a especialização em terapia sexual:

Psicologia

A primeira e principal das áreas que podem trabalhar com terapia sexual é a psicologia.

Assim, a formação em psicologia tem estreita relação com sexologia, pois se estuda assuntos como:

  • Comportamento
  • Personalidade
  • Pensamentos
  • Emoções 
  • Sexualidade em si.

Dentro da terapia sexual, existem algumas subáreas que podem interessar os psicólogos. 

Por exemplo, a terapia cognitiva sexual bebe de fontes do conhecimento psicológico como a escola da Terapia Cognitiva-Comportamental, uma das mais disseminadas na prática dos profissionais da psicologia.

Medicina

Além da Psiquiatria, que aborda questões relacionadas à mente humana, a formação médica envolve o contato com várias outras especialidades que tangenciam a sexualidade humana nas mais variadas fases da vida, entre elas:

  • Ginecologia;
  • Proctologia;
  • Urologia;
  • Gerontologia;
  • Pediatria.

Serviço Social

Saindo da área da saúde, adentramos nas ciências sociais. 

O profissional formado em Serviço Social também pode realizar uma pós-graduação em Sexologia.

Afinal, esse profissional é capacitado para lidar com pessoas que vivem em situações de fragilidade social, entre elas, crianças, jovens e adultos carentes.

Quais questões posso tratar em uma terapia sexual?

São muitas!

Há abordagens voltadas, por exemplo, à terapia sexual feminina.

Por isso, a terapia sexual é bastante abrangente e pode beneficiar as pessoas nas mais diversas questões relacionadas às:

Questões biológicas

Algumas das questões físicas que podem prejudicar as relações sexuais de alguém e que são tratadas durante a terapia sexual são:

  • Pré-orgasmo: dificuldade em chegar ao orgasmo
  • Intercurso doloroso ou inibido, incluindo o vaginismo
  • Baixo desejo sexual
  • Disfunção erétil (impotência sexual)
  • Ejaculação rápida ou precoce
  • Ejaculação retardada ou inibida
  • Anorgasmia

Questões psicológicas

A nossa mente está envolvida diretamente com uma série de questões sexuais.

Entender com clareza essa relação da mente com a sexualidade é um dos objetivos da terapia sexual.

Entre as várias questões que podem ser abordadas em uma sessão, encontram-se:

  • Questões de gênero
  • Problemas de orientação sexual
  • Dificuldade no relacionamento
  • Vício ou compulsão sexual
  • Parafilias, sadismo, masoquismo, fetichismo, voyeurismo
  • Zoofilia, coprofilia, clismafilia e urofilia

Questões reprodutivas

Uma das funções básicas do sexo é a reprodução.

No entanto, quando um casal quer ter filhos e não consegue, muitos fatores podem estar influenciando.

Por isso, o terapeuta sexual é um profissional capacitado para lidar e orientar sobre questões reprodutivas.

Aliás, uma ajuda de um sexólogo pode ser útil para que o casal chegue em um consenso acerca do planejamento familiar, uma vez que dissonâncias neste aspecto podem causar problemas dentro de um relacionamento.

Como avaliar se preciso de um terapeuta sexual?

O sexo é uma atividade que pode estar relacionada diretamente com a saúde do ser humano.

Assim sendo, muitas vezes buscar o cuidado com a sexualidade é tão importante quanto visitar o médico para cuidar de um problema de saúde.

Vale destacar que qualquer pessoa, seja ela homem ou mulher, masculino ou feminino, pode lançar mão da terapia sexual para lidar com questões como:

  • Algum tipo de desconforto
  • Dor
  • Alguma inconsistência no funcionamento sexual. 

Dessa forma, a terapia sexual é indicada a pessoas que, por ventura, identifiquem alguma dificuldade no ato sexual.

Como foi relatado antes, essas dificuldades podem fazer parte da esfera física, psíquica ou até mesmo reprodutiva.

É possível fazer terapia sexual em casal?

É completamente possível! 

Aliás, a terapia sexual em casal pode ser uma maneira interessante para aqueles que buscam saber como apimentar a relação a dois.

Além disso, a terapia sexual em casal ajuda a estreitar a relação a dois, identificando e resolvendo conflitos sexuais que por ventura podem surgir durante um relacionamento.

Entre as vantagens da terapia sexual em casal estão:

  • A melhora na comunicação do casal;
  • Dias mais harmoniosos; 
  • Aprimoramento na saúde física de ambos;
  • Aumento da confiança e
  • Reforço da intimidade.

Geralmente, as sessões de terapia sexual em casal são mais longas que as individuais e o profissional pode optar por atender cada pessoa individualmente antes de conversar de maneira conjunta.

A abordagem depende muito da especialização e formação de cada profissional dentro da terapia sexual (como vimos, existe por exemplo a terapia cognitiva sexual).

Qual a função da sexóloga dentro da terapia?

A sexóloga irá orientar cada pessoa de maneira individualizada (afinal, não há um manual de terapia sexual geral para as pessoas, né?) acerca de questões sexuais que envolvam, por exemplo:

  • Experiências
  • Preocupações 
  • Sentimentos.

A terapia sexual dá força para as pessoas lidarem melhor com suas questões da sexualidade, uma vez que permite compreender os mecanismos que envolvem a situação.

O melhor gerenciamento das questões sexuais possibilita que cada pessoa ganhe confiança para viver sua sexualidade de uma maneira satisfatória e feliz.

É claro que a sexóloga não poderá resolver todas as questões que envolvem a sexualidade e, por vezes, será necessário encaminhar para profissionais específicos para realizar abordagens pontuais e resolver as situações.

Como encontrar um terapeuta sexual?

Como você notou ao longo do artigo, o papel da terapia sexual é bastante abrangente.

Assim, esse profissional bebe de várias fontes do conhecimento para se capacitar e poder auxiliar as pessoas com as mais variadas questões da sexualidade.

Se você deseja encontrar bons profissionais para realizar terapia sexual online com as mais variadas abordagens dentro da terapia sexual (por exemplo, a cognitiva), você encontrará na Zenklub!

Para saber mais, consulte os sexólogos que estão disponíveis para te ajudar clicando aqui!

Este artigo foi útil?

Você já votou neste post

Publicado por:

Rui Brandao

Publicado por:

Rui Brandao

Rui Brandão é médico, com experiência em Portugal, Brasil e Estados Unidos da América, e mestre em Administração pela FGV em São Paulo. Hoje é CEO & Co-fundador do Zenklub, plataforma de saúde emocional e desenvolvimento pessoal que oferece conteúdos, profissionais e ferramentas especializadas para mais de 1.5 milhões de pessoas no Brasil.