Mudar é necessário, mas nem sempre é fácil. Nós, seres humanos, temos preferência por fazer aquilo que já conhecemos ou por empregar o mínimo de esforço possível. Temos a capacidade de adaptação, mas preferimos pequenas mudanças àquelas que nos deixariam perdidos por um tempo. Por isso temos que nos preparar para que a mudança seja feita de forma que atenda as nossas necessidades e nossos valores, e que a própria caminhada seja fortalecedora para nós. Minha primeira dica para quem quer mudar de emprego ou até de área e dar aquela virada na carreira é: verifique quais são seus valores principais, e quais são as suas necessidades atuais e futuras. Depois pergunte se a mudança irá acrescentar mais valor e qualidade à sua vida.

2. Verifique prós e contras

Avalie no seu emprego ou na área de atuação pretendida, quem já está fazendo o que você quer e analise se a realidade combina com as suas expectativas. Todos nós sabemos que todo trabalho tem suas recompensas e não recompensas, e a conclusão que você deve chegar é se a mudança, mesmo com variáveis não favoráveis, é mais compensadora do que a não mudança.

3. Planeje a mudança e se organize

Se possível, faça a transição enquanto ainda está empregado. Tenha uma lista de com tudo o que deve fazer: desde uma possível nova especialização até a montagem e entrega de currículos. Quanto mais itens detalhados na sua lista, mais fácil será de executar. Por exemplo, se precisar se especializar, coloque na lista: “verificar as escolas que disponibilizam o curso, separar documentos, entregar documentos”. Quanto mais detalhes transformados em pequenas ações, melhor. Assim cada dia você caminha um pouco em direção ao seu objetivo sem se cansar.

4. Verifique gastos fixos e novos gastos e tenha reservas financeiras

Pode ser que a mudança não se dê exatamente no tempo ou como você planejou, por isso mantenha um dinheiro de emergência que faça você continuar sua vida normalmente, com o mínimo de preocupações até que você chegue no seu objetivo.

5. Pense no máximo de obstáculos possíveis e o que você poderá fazer para ultrapassá-los se necessário

Quais são seus maiores medos? Como vencê-los? Por exemplo, se no novo trabalho você terá que falar mais com o cliente, mas não fica tão confortável em se comunicar, comece a praticar aos poucos, participe mais de reuniões, se exponha mais, e aos poucos vá desenvolvendo a nova habilidade necessária.

Mantenha seu objetivo vivo todos os dias, faça as tarefas propostas, faça visualizações de como será o futuro, pense em momentos da sua vida em que você conseguiu ultrapassar e alcançou o que queria. Se dê força. A coragem estará disponível em você sempre que você precisar; quanto mais nos desafiamos e alcançamos o resultado, mais nos realizamos, por isso vá em frente e seja feliz! Boa sorte!

Sobre a autora:
É psicóloga e atende por vídeo-chamada no Zenklub.

Este artigo foi útil?

5

Você já votou neste post

Publicado por:

Zenklub

Publicado por:

Zenklub