O assédio moral no trabalho é pode ser definido como tudo o que te constrange de alguma forma, sendo a pessoa íntima ou não, e sem o seu consentimento. Confira as maiores dúvidas sobre esse assunto que atinge diversas áreas e empresas.

O que é assédio?

Assédio são abordagens que causam desconforto, vergonha ou intimidação. Tudo o que é referido a você sem o seu consentimento é assédio

Atualmente, o termo é bastante usado, principalmente quando o assunto é assédio sexual. Porém, também existem outros tipos de abordagens que também caracterizam assédio.

Neste texto, iremos falar sobre um tipo muito comum, mas que também é passado despercebido por medo de denúncias. É o assédio moral no trabalho.

Assédio moral no trabalho 

No trabalho, o assédio é, muitas vezes, camuflado com piadas, insinuações, exposições, humilhações e constrangimentos durante o horário do trabalho.

Essa prática, geralmente, se refere ao seu jeito, corpo, raça ou etnia, competência e até mesmo seus direitos. São pequenas humilhações que se tornam comum e não são denunciadas por medo de demissões. 

Uma pesquisa realizada pela empresa vagas.com com mais de 5 mil pessoas constatou que 52% dos entrevistados relataram ter sofrido assédio no trabalho. Destes, 87,5% não denunciaram o assédio sofrido por vários motivos como medo e perder o emprego, vergonha ou até mesmo culpa.

Quais os tipos de assédio moral?

Quais são os tipos de assédio moral que existem? Separamos 4 exemplos deles e iremos explicar melhor sobre cada um:

  • Assédio moral vertical descendente

    O Assédio moral vertical descendente acontece quando uma pessoa que está numa hierarquia maior que outra, por exemplo, supervisores e gestores que constrangem o colaborador com algum trabalho feito.

    Por exemplo: O supervisor aplica uma tarefa difícil de propósito ao colaborador e aponta erros de uma forma nada amigável, expondo e constrangendo a pessoa, ou seja, usa a sua hierarquia de forma opressora.
  • Assédio moral organizacional

    No Assédio moral organizacional, todos da empresa sofrem violência psicológica independente da posição hierárquica que estejam inseridos. Geralmente, essas empresas criam situações competitivas entre os funcionários colocando um contra os outros. Neste  tipo de empresa, a cultura organizacional é baseada no medo.

    Por exemplo: Empresas que criam metas inatingíveis e proíbem a interação entre os funcionários para que essas metas possam ser cumpridas, inclusive, proíbem idas ao banheiro e horário de almoço.
  • Assédio moral horizontal

    Já o Assédio moral horizontal, acontece quando dois funcionários que exercem a mesma função como gestores, analistas e gerentes, disputam entre si. Neste caso, a cultura organizacional cria um ambiente competitivo no trabalho.

    Por exemplo: Quando um dos pares não consegue realizar alguma tarefa, um usa deboche, humilhações e bullying para desqualificar o desempenho do outro.
  • Assédio moral vertical ascendente

    Por fim, o Assédio moral vertical ascendente aparece em situações onde o colaborador não é a vítima, mas o superior a quem ele responde. Este é o tipo mais raro de assédio, mas também acontece.

    Por exemplo: Quando um gestor é recém contratado e a equipe a quem ele irá fazer a gestão prejudica o seu trabalho.
  • Assédio verbal

    Além dos tipos de assédio de cunho moral citados acima, também existe o assédio verbal. Neste caso ele está relacionado a ofensas diretas como xingamentos sejam eles diretos (pessoalmente) ou indiretos (através de e-mails e aplicativos de mensagens). Este tipo de assédio é cometido tanto pelo colaborador como pelo gestor da empresa.

Consequências de assédio moral

O trabalho é o lugar que a maioria dos brasileiros passa a maior parte do dia. Quando o ambiente não traz felicidade, mas apenas frustração e angústia, o trabalhador pode desenvolver:

Além disso, há prejuízos também para a empresa, como baixa produtividade e altos índices de absenteísmo e turnover.

O que a empresa pode fazer?

É importante ter em mente que existem pessoas diferentes dentro de uma empresa. Para que o índice de assédio moral seja baixo, primeiro, é preciso desenvolver a empatia

Se colocar no lugar do outro, saber ouvir e criar planos com a gestão entendendo onde o problema está é fundamental para que a saúde da organização seja mantida. 

Para entender mais sobre o assunto, ouça esse podcast sobre Comunicação Não-Violenta e leia o artigo A importância do Feedback Humanizado.

Como a terapia pode ajudar?

A terapia é uma grande aliada quando o assunto é saúde emocional do trabalhador. Uma empresa que entende a importância dessa prática e aplicada dentro das empresas está preocupado não somente com as pessoas que fazem parte do quadro de funcionários, mas também com a própria empresa. 

Crie programas de qualidade de vida no trabalho e disponibilize benefícios de saúde emocional para os colaboradores.

O Zenklub é uma solução completa para o cuidado da saúde emocional dos colaboradores (do app ao podcast); além de oferecer apoio ao RH e à gestão. Levando em conta que o bem-estar mental e a saúde emocional têm se tornado grandes preocupações de profissionais e de empresas mais comprometidas, somos o parceiro perfeito para evitar e remediar doenças ocupacionais. Veja o que oferecemos:

  • Facilite o acesso dos seus colaboradores a tratamentos com especialistas em saúde emocional: psicólogos, coaches, terapeutas e psicanalistasver mais)
  • Ofereça acesso completo a nossa biblioteca de conteúdos no app, que abordam qualidade de vida, bem-estar, liderança, desempenho e relações interpessoais
  • Receba relatórios de mapa emocional das equipes, entendendo quais são as principais necessidades de cada setor
  • Promova palestras, encontros, treinamentos e lives com nosso apoio e participação de um de nossos especialistas
  • Tenha todo o comprometimento da nossa equipe de suporte para desenvolver o mais completo projeto para a sua empresa

Para nós, o bem-estar e a felicidade vêm sempre em primeiro lugar, entendendo que saúde emocional é a base para combater o assédio moral no trabalho. Leve essas mesmas preocupações para sua empresa também e transporte seu trabalho de RH e gerenciamento para o século XXI. Conte com nossa ajuda e participe dessa revolução. Para saber mais, entrar em contato e contratar nosso serviço, acesse nossa página para empresas.

Este artigo foi útil?

5

Você já votou neste post

Publicado por:

Zenklub

Publicado por:

Zenklub