Há quem diga que para quem não sabe para onde vai, qualquer lugar serve. A fim de definir uma direção clara para os colaboradores de uma empresa ou para uma pessoa que está planejando suas metas profissionais, o plano de carreira é um ponto crucial no processo de satisfação com o trabalho.

Para que você compreenda melhor como funciona um plano de carreira, quais os seus tipos e como criar um que funcione, nós do Zenklub preparamos um conteúdo especial! 

Então vem com a gente e tenha uma excelente leitura!

O que é um plano de carreira?

O plano de carreira é um conjunto de degraus que uma pessoa pretende almejar dentro de um contexto corporativo ou pessoal. Tais etapas têm uma série de pré-requisitos necessários para se chegar lá. 

Assim, um plano de carreira bem estruturado faz com que uma pessoa possa ver o que é preciso ter e fazer para alcançar aquele determinado posto laboral.

O que é interessante destacar é que um plano de carreira não é algo fechado, ou seja, não há só um tipo. 

Por exemplo, o plano de carreira pode ser feito por uma pessoa de acordo com vários aspectos, dentre eles: 

  • Pretensões salariais;
  • Local desejado de residência;
  • Carga horária;
  • Ambiente de trabalho.

Qual é o objetivo do plano de carreira?

O maior objetivo de um plano de carreira é dar clareza e senso de propósito para as pessoas.

Por exemplo, um colaborador que se depara com um plano de carreira interessante dentro de uma corporação, sente-se motivado a crescer do ponto de vista profissional e galgar posições mais altas dentro da empresa.

Vale pontuar que um bom plano de carreira objetiva melhorar a estabilidade profissional e dessa maneira reduzir o turnover dentro do meio corporativo. 

Assim, um plano de carreira é como se fosse um antídoto para o desânimo no trabalho, dando aquele “gás” para que os trabalhadores otimizem suas performances.

Quais são as vantagens de ter um plano de carreira?

As vantagens de se ter um plano de carreira são incontáveis.

No entanto, nós do Zenklub elencamos alguns pontos que irão fazer você (ou a sua empresa) querer criar ou aprimorar seu plano de carreira agora mesmo. Dá uma olhada!

Para pessoas

Um dos maiores combustíveis da vida humana é a noção de progresso.

Ou seja, uma pessoa que vê que está melhorando na vida, seja no aspecto profissional ou pessoal, ganha muita autoestima e bem-estar, fazendo com que ela encontre muito mais alegria em seu dia a dia.

Quando alguém faz seu próprio plano de carreira, define-se metas de progresso que impulsionam a construção de uma rotina para a realização pessoal. 

Veja alguns benefícios para de um plano de carreira individual…

Crescimento profissional

No sentido profissional, ter um plano de carreira define com clareza quais são os marcos dentro de uma determinada profissão ou meio empresarial.

Assim, é possível saber com 100% de precisão, em um período de curto, médio e longo prazo:

  • As posições que se pode ocupar;
  • Os salários que se pode ter;
  • Função a ser exercida no aspecto profissional. 

Qualidade de vida

De fato, hoje em dia muitas pessoas não levam em conta o salário como prioridade na hora de fazer o seu ou participar de um plano de carreira específico de uma empresa. 

Assim, as corporações podem e devem investir em planos de carreira que evidenciam os ganhos em relação ao bem-estar dos colaboradores ao passo que se sobe os degraus profissionais.

Nesse contexto, aspectos muito valorizados na melhoria da qualidade de vida são:

  • Tempo disponível fora do trabalho;
  • Satisfação com o trabalho realizado;
  • Qualidade das interações com os colegas de trabalho;
  • Previsibilidade em relação à permanência geográfica para ocupar o cargo;
  • Flexibilidade em caso de imprevistos e urgências pessoais.

Economia

Aqui você pode encontrar duas formas de interpretar economia:

  1. Economia para a empresa que tem um plano de carreira bem estruturado;
  2. Economia de tempo para aqueles que investem na construção do seu plano pessoal.

Nesse sentido, o maior ativo de uma pessoa é o tempo.

Quando alguém administra bem seu tempo certamente encontrará mais satisfação no dia dia.

Por isso, é tão importante que alguém saiba muito bem o que ela almeja, do ponto de vista profissional, para daqui 1, 2, 5, 10 e 30 anos, por exemplo.

Ajuda a traçar sonhos pessoais

Os sonhos são objetivos que fazem os olhos das pessoas brilharem.

Um plano de carreira que não estimule esse lado da vida possivelmente precisa ser reformulado. 

Quando as pessoas agem em busca de seus próprios sonhos elas dão 101% dos seus potenciais e de quebra procuram sempre melhorar.

Nesse viés, a importância do RH é evidente, pois são esses profissionais que entenderão o perfil e os sonhos de cada um dos colaboradores.

Auxilia a traçar desafios profissionais

Sem dúvidas, o que é essencial dentro de um plano de carreira é o estímulo para a melhora dos colaboradores.

Nesse sentido, é vital que se encontre um equilíbrio entre o desafio audacioso que estimule à ação e a possibilidade real de aquisição daquelas metas.

Em outras palavras, um bom plano de carreira é aquele que desafia sem oferecer uma meta impossível, por assim dizer, pois se dá o passo a passo completo para se concretizar os desafios e subir de cargo.

Para empresas

Agora que você já sabe o valor que tem um plano de carreira pessoal, vamos ver o porquê toda empresa deve investir na construção do seu plano.

Vem com a gente!

Retenção de talentos

Qual líder ou gestor não quer ter uma equipe cheia de profissionais talentosos e motivados?

O plano de carreira é crucial para que esse desejo se torne uma realidade!

Com um plano bem estruturado, os colaboradores sabem de forma clara e cristalina quais serão seus papéis em cada degrau de trabalho.

Isso tudo permite uma menor transição de carreira e, por tabela, maior retenção dos talentos.

Redução do turnover

Em primeiro lugar, a economia para a empresa que desenvolve seu plano de carreira se dá porque os colaboradores têm mais satisfação com o trabalho e isso diminui a rotatividade corporativa (também conhecida como turnover).

Isto é, quanto melhor é o plano de carreira empresarial, menos funcionários saem e, se tratando de empresas consolidadas com quadro de colaboradores estável, poucos colaboradores novos precisam entrar.

Dessa forma, economiza-se com os custos da saída de profissionais e também com novos processos de contratação.

Aumento do engajamento do colaborador

Um colaborador que sabe quais são os papéis de cada profissional dentro do negócio tem muito mais liberdade e assertividade para interagir dentro da equipe. 

Esse aumento de engajamento vai além, sendo estimulado por conta da motivação dos colaboradores em ascender dentro de um plano de carreira.

Em outras palavras, um colaborador que deseja ocupar um cargo de liderança, certamente irá interagir mais com seu gestor a fim de entender quais são os principais atributos que fizeram com que seu colega de trabalho chegasse na posição em que ele se encontra.

Quais são os tipos de plano de carreira (veja os exemplos)?

Há empresas que, devido ao seu modelo de negócio, exigem um certo tipo de plano de carreira. 

Por exemplo, o plano de carreira da Hinode é baseado em marketing multinível, em que, de forma simples, os trabalhadores ascendem na empresa à medida que vendem mais e trazem mais funcionários para o negócio.

Por outro lado, algumas corporações, por estarem em franco crescimento (por exemplo, as startups) possuem um plano muito dinâmico, que muita a cada mês

Plano de carreira em Y

A fim de tornar os planos de carreira empresariais mais dinâmicos e flexíveis, surgiu o plano de carreira em Y.

A princípio, à medida que um colaborador subisse para degraus mais altos dentro de um negócio, mais tempo ou menos tempo ele exerceria um cargo de gestão/liderança.

Isso tornava a estrutura do plano de carreira rígida e, por conseguinte, não tão atraente.

Assim, surgiu o plano de carreira em Y no qual há uma bifurcação em que o colaborador pode escolher se seguirá para um dos seguintes caminhos:

  • Especialização;
  • Gestão e liderança.

Plano de carreira em W

No plano de carreira em W surge um meio termo entre o cargo de gestão e o cargo do especialista: o gestor de projetos.

Nessa ocupação, o profissional exerce uma espécie de consultoria na qual ele dá feedbacks cruciais para a melhoria de um determinado projeto.

Assim como ocorre no plano de carreira em Y, no W fica a critério do colaborador escolher para qual degrau ele irá subir.

Plano de carreira paralela

Muito comum em empresas que possuem trainees em vários setores, o plano de carreira paralela é uma forma de crescer dentro de uma organização que oferece bastante dinamismo.

Dessa forma, o profissional pode se atrair mais facilmente para uma empresa, uma vez que há várias “escadas” para subir, isto é, vários planos de carreira paralelos que compõem as equipes do negócio.

Plano de carreira em linha

Quando se fala em plano de carreira em linha, faz-se menção a modelos cujos cargos são ocupados de acordo com o tempo de serviço.

Dessa forma, respeita-se muito a noção de hierarquia, uma vez que posições superiores são preenchidas por aqueles que têm mais tempo de casa.

Por exemplo, o plano de carreira em linha é bastante comum nas ordens militares como:

  • Exército;
  • Marinha;
  • Aeronáutica.

Plano de carreira horizontal

Trata-se do modelo mais “meritocrático”, porque os colaboradores ocupam os mesmos postos de trabalho, mas são remunerados de acordo com seus respectivos desempenhos.

Isso por um lado pode ser positivo, pois cria um ambiente de maior igualdade do ponto de vista formal. 

No entanto, pode gerar mais conflitos, uma vez que cargos iguais recebem gratificações diferentes.

Por isso, é vital que a empresa define muito bem os motivos pelos quais os colaboradores podem ascender financeiramente, não deixando dúvidas a respeito dos critérios.

Plano de carreira em rede

Ideal para startups e empresas que não consolidaram seus modelos de negócio, o plano de carreira em rede oferece inúmeras opções de ascensão para os profissionais.

Embora tal modelo possa parecer contra intuitivo, uma vez que “menos é mais”, quando bem executado pode ser um excelente chamariz para talentos com habilidades em várias áreas.

Como fazer um plano de carreira pessoal?

Agora que você já entendeu a importância de um plano de carreira, que tal definir o seu?

Vamos às dicas para fazer um plano de carreira pessoal impecável!

Construa um organograma

De fato, empresas que possuem um organograma têm muito mais facilidade na hora de compor o plano de carreira.

Em primeiro lugar, um organograma é o conjunto de posições (cargos) de um determinado negócio.

A palavra deriva de “órgão”, porque cada cargo é essencial para o funcionamento do todo da organização, assim como um órgão é vital para que o corpo funcione bem.

Uma vez construído seu próprio organograma, você terá muito mais condição de decidir quais posições profissionais deseja almejar e buscar.

Analise o mercado

Quais áreas estão em alta, quais estão sedentas por bons profissionais, quais são aquelas que propiciam melhor qualidade de vida para você?

Todas são perguntas que uma boa análise de mercado poderá responder.

Para isso, você pode:

  • Conversar com profissionais da área;
  • Fazer pesquisas;
  • Conhecer o cotidiano de empresas. 

Saiba suas qualidades e dificuldades profissionais

Conhecer suas habilidades e lacunas é essencial na hora de definir suas pretensões profissionais.

Ou seja, é importante que você trace, de uma forma sincera, quais habilidades você já tem e quais são aquelas que precisa trabalhar para construir a carreira que deseja.

Nesse aspecto, você pode construir um gráfico elencando aquilo que você já tem e o que precisa buscar no sentido de hard skills (habilidades técnicas) e soft skills (habilidades comportamentais) para alcançar suas metas. Por exemplo:

Hard SkillSoft Skill
HabilidadeMestradoResiliência
Ponto a buscarDoutoradoLiderança

Estabeleça suas metas e etapas

Nesse sentido, recomendamos escrever metas seguindo a metodologia SMART em que suas metas são:

  • S – specific – específicas;
  • M – measurable – mensuráveis; 
  • A – achievable – alcançável; 
  • R – relevant – relevantes;
  • T – time based – com prazos temporais.

Lembre-se que grandes conquistas não acontecem do dia para a noite. 

Então, coloque, ao longo do processo, pequenas conquistas que te mantenham com a motivação forte para continuar progredindo até alcançar o objetivo final dentro do seu plano de carreira.

Estabeleça o que precisa ser feito

Ter clareza do que precisa ser feito para ter um determinado resultado é o segredo para trazer motivação e esperança na caminhada.

Por exemplo, você pode ter um plano de carreira em que deseja ganhar, depois de 5 anos, R$10.000 ao mês. 

Nesse caso, se você trabalhar com vendas, pode calcular o valor da comissão pelo número necessário de vendas para chegar no valor almejado.

Por outro lado, foque em qualificações e cursos específicos se esses forem pré-requisitos para ocupar a posição desejada.

Estabeleça um plano de ação

É importante traçar, dentro do seu plano de ação, quais são seus objetivos em curto, médio e longo prazo. 

Assim, você consegue definir exatamente o que é preciso para alcançar as metas.

Lembre-se: ficar só na teoria e esquecer da prática é ineficaz e gera frustração.

Como fazer um plano de carreira para empresas?

Do ponto de vista empresarial, um plano de carreira deve ser interessante para a corporação, pois atrai talentos e reduz custos, e atraente para os colaboradores.

Como fazer isso? Acompanhe as próximas dicas…

Faça um benchmarking

Trata-se de analisar bons exemplos de planos de carreiras feitos por outras empresas.

Assim é possível filtrar aquilo que dá certo para outros negócios e adaptar para o seu.

Analise o mercado

Entender quem são os profissionais disponíveis no mercado e quais são seus principais atributos se faz muito necessário na construção de um plano de carreira empresarial.

Assim, é possível definir as posições e as características essenciais de cada cargo com assertividade.

Identifique os interesses e planos dos colaboradores

Quando plano de carreira empresarial está alinhado com plano de carreira pessoal temos a chave para a satisfação dentro de um negócio!

Por isso, busque realizar reuniões e avaliações frequentes para se certificar que as pretensões de crescimento dos colaboradores estão condizentes com a realidade da empresa.

Assim, evita-se frustrações e é possível manter as equipes motivadas para geração dos melhores resultados.

Estabeleça metas e etapas

A missão de um negócio, quando se fala em plano de carreira, é mostrar passo a passo como os colaboradores podem ascender na empresa.

Por meio de metas e etapas claras, cria-se o senso de clareza que move os funcionários a trabalharem com foco nas habilidades mais importantes, tanto para a melhora de posição, quanto para o crescimento das métricas da corporação.

Ofereça treinamentos

As empresas podem disponibilizar as seus colaboradores meios para progressão dentro do plano de carreira através de, por exemplo:

  • Mentoring – direcionamento especializado para destaques a fim de potencializar habilidades e preencher lacunas;
  • Coaching – procedimento que fortalece os profissionais, uma vez que dilui crenças limitantes e auxilia na organização para conquista de metas;
  • Treinamentos presenciais – através de dinâmicas em grupo, workshops e palestras;
  • Ensino a distância (EAD) – é uma modalidade que está em alta hoje em dia por conta da pandemia da COVID-19.

Estabeleça uma boa comunicação

Construir um ambiente favorável para o diálogo faz com que os colaboradores sintam-se confortáveis para sugerir melhorias no plano de carreira e relatar eventuais dificuldades nesse sentido.

Nesse contexto, posições de liderança e especialistas trocam experiências com cargos de entrada a fim de potencializar o desempenho empresarial e melhorar a satisfação dos colaboradores.

Faça avaliações de feedbacks periódicos

Além disso, é de suma importância que os líderes e gestores deem, com frequência, feedbacks para notificar os funcionários do progresso tendo como base o plano de carreira.

Assim, é possível que os colaboradores façam transições e aprimoramentos relacionados com seus contextos a fim de galgar postos mais altos dentro da organização.

Exemplos de planos de carreira

Muitas pessoas buscam por exemplos de planos de carreira em pdf. 

Na verdade, há várias formas de construir seu plano. Mas aqui está uma sequência de exemplo que você pode seguir para ter sucesso nessa empreitada:

  1. Avaliação de competências – busque destacar seus pontos acerca do autoconhecimento, eficiência pessoal, adaptabilidade, empatia, comunicação e visão holística, inovação, comprometimento com resultados e foco nos stakeholders;
  2. Análise SWOT – usada para verificar em qual estágio profissional você se encontra hoje, trazendo à tona suas fraquezas, fortalezas, oportunidades e ameaças;
  3. Defina seus objetivos – descreva as metas que ela precisa alcançar, o quanto precisa crescer, os cursos que quer realizar, a meta salarial que quer alcançar e etc.
  4. Defina suas prioridades – aqui você pode utilizar a Matriz de Eisenhower, definindo o que é mais urgente e importante; urgente e não importante; importante mas não urgente e, por fim, nem urgente, nem importante;
  5. Elabore o plano de ação – faça uma tabela com cada um dos seus objetivos e o conjunto de ações necessárias para conquistar esses sonhos.

Importância do RH na elaboração do plano de carreira

De fato, o RH tem um papel fantástico no plano de carreira.

Isso se dá porque os profissionais dessa área são responsáveis por filtrar os perfis de colaboradores que irão entrar no negócio.

Assim, é indispensável que o RH seja muito bem treinado, tanto no aspecto técnico como também psicológico. 

Afinal, lidar com pessoas é um desafio, uma vez que as pretensões, habilidades e formas de comunicação são especiais. 

Portanto, empresas que adotam um olhar amplo e investem em saúde mental para seus colaboradores têm resultados acima da média.

Por exemplo, Segundo a Human Capital Institute, investir na saúde mental corporativa aumenta a retenção de talentos em 36% e otimiza o engajamento em 56%!

Sua empresa pode ter melhores resultados através do aprimoramento da saúde mental dos colaboradores. 

Saiba mais sobre o Zenklub empresas!

Referências

https://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/artigos/plano-de-carreira-o-que-e-e-como-criar,66d839f5192ed510VgnVCM1000004c00210aRCRD

https://www.gupy.io/blog/plano-de-carreira

https://www.guiadacarreira.com.br/carreira/o-que-e-plano-de-carreira/

https://www.faculdadearnaldo.com.br/blog/o-que-e-plano-de-carreira

https://www.educamaisbrasil.com.br/educacao/carreira/o-que-e-plano-de-carreira  https://aiesec.org.br/confira-8-passos-para-estruturar-um-plano-de-carreira-atrativo/

Este artigo foi útil?

Você já votou neste post

Publicado por:

Zenklub

Publicado por:

Zenklub