O que é ansiedade?

A ansiedade é caracterizada por medo, apreensão, mal-estar, desconforto e insegurança. Diferentemente do que se imagina, o psiquiatra Eduardo Perin explica que essa sensação nem sempre é ruim, porém é necessário diferenciar esse estado de alerta de uma patologia.

“A ansiedade é uma de nossas emoções primárias, mais antigas e evolutivas. Ela nos avisa de ameaças à nossa integridade física e mental e também nos tira da inércia. Se não a tivéssemos, não trabalharíamos, não nos mexeríamos para alcançar quaisquer objetivos”, afirma o médico.

Quais são os sintomas da ansiedade?

No entanto, quando a pessoa apresenta sintomas de preocupação extrema diante de situações simples da rotina, essa sensação passa a ser prejudicial para o dia a dia. Portanto, confira alguns sintomas físicos e psicológicos do transtorno de ansiedade:

Sintomas psicológicosSintomas físicos
Se sentir frequentemente sob pressãoSentimento de perigo constante Dificuldade de concentraçãoDescontrole sob os próprios pensamentosTendência a voltar o pensamento ao futuro e dificuldade de focar no presentePreocupação exagerada em relação à realidadeMedo frequenteAgitação TaquicardiaAumento da pressão arterialMaior aporte sanguíneo nos músculosPupilas dilatadasMaior consumo de oxigênio pelos pulmões, causando aumento da frequência respiratóriaTremoresSuor frioNáuseasVômitosDor no peito ou abdômenOndas de frio ou calorSensação de desmaio

E o que a ansiedade pode causar no corpo humano em longo prazo?

Além dos sintomas que a ansiedade podem causar no corpo, listados acima, o transtorno pode ainda ocasionar problemas futuros, o que evidencia ainda mais a necessidade de que o tratamento se inicie o quanto antes. 

O psiquiatra Eduardo lista o que a ansiedade pode causar em longo prazo, confira: 

  • Aumenta os riscos de doenças cardiovasculares
  • Aumenta os riscos de infecções
  • Alergias
  • Doenças autoimunes
  • Câncer
  • Disfunções hormonais
  • Burnout
  • Transtorno de ansiedade generalizada
  • Pânico
  • Fobias
  • Transtorno de estresse pós-traumático
  • Depressão

O que pode causar a ansiedade?

“A ansiedade é um sinal de alerta do nosso cérebro para o organismo. Sob ansiedade ou estresse, nosso cérebro libera uma série de neurotransmissores e hormônios que nos preparam para a luta ou a fuga de algo temido”, explica o médico.

No entanto, essas causas variam de pessoa para pessoa e essas nuances são verificadas após a avaliação de um profissional. 

Como é feito o diagnóstico 

Em meio ao stress do dia a dia, muitas pessoas se perguntam “como saber se tenho ansiedade”. Caso você apresente algum dos sintomas listados, é preciso procurar ajuda profissional, pois somente psicólogos e psiquiatras poderão dar o diagnóstico da doença.

“O diagnóstico é feito por meio da história clínica do paciente e do exame do estado mental ou exame psíquico realizado por profissionais da saúde mental. Exames complementares de sangue, cardiológicos, entre outros, são realizados para a exclusão de patologias orgânicas que poderiam estar causando ou agravando a ansiedade”, reitera o psiquiatra.

Tratamento da ansiedade

Para lidar com a ansiedade é necessário entender as causas, motivações e consequências do transtorno, o que não é simples de ser avaliado pelo próprio indivíduo, que muitas vezes se sente perdido e desconectado dos próprios pensamentos. 

Por isso, é essencial o tratamento psicológico e, se o profissional avaliar que é necessário, o acompanhamento do psiquiatra também, que irá receitar medicamentos específicos, como os ansiolíticos.

Não espere para procurar ajuda para tratar a ansiedade

Apesar da lista de sintomas parecer extensa, a ansiedade tem cura. Para isso, é necessário se empenhar no tratamento e se manter comprometido com a sua saúde mental.

“Quanto mais precocemente a pessoa busca ajuda, melhor a resposta. Além disso, se não tratada adequadamente, a ansiedade tende a piorar e gerar transtornos físicos e mentais, como dito acima”, reforça Eduardo.

Referências

CASTILLO, Ana Regina; RECONDO, Rogéria; ASBAHR, Fernando; MANFRO, Gisele. Transtornos de ansiedade. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/rbp/v22s2/3791.pdf

Eduardo Perin, psiquiatra pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). Especialista em Terapia Cognitivo-Comportamental (TCC) pelo Ambulatório de Ansiedade do Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo (USP). CRM 112873

Este artigo foi útil?

4.33

Você já votou neste post

Publicado por:

Zenklub

Publicado por:

Zenklub