De fato, a solidão é um sentimento que muitas pessoas estão enfrentando atualmente, por conta da pandemia causada pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2).

Sentir-se só não é algo que deve ser deixado de lado ou simplesmente ignorado pelas pessoas. 

Afinal, a solidão é um sentimento que afeta a saúde mental, uma vez que muitas vezes está ligada à tristeza. 

De acordo com uma pesquisa do Instituto Ipsos, que ouviu 23 mil pessoas de 28 países, o povo brasileiro é o que mais sofre de solidão em todo o mundo. 

Nesse sentido, dos 1000 entrevistados no Brasil, 50% deles relatam que com frequência eles sentiram solidão.

Ou seja, segundo as estatísticas, metade da população brasileira sofre muitas vezes com a solidão.

Se você está dentro desses números, não se deixe levar pela tristeza, pois vamos explicar aquilo que você precisa saber sobre a solidão e também vamos dar algumas dicas para superar esse sofrimento.

Tenha uma ótima leitura!

O que é solidão?

A solidão é um sentimento de desconexão com o meio que te cerca.

Nem sempre quem sofre de solidão está sozinho, pois há, como veremos a frente, uma diferença entre solidão e solitude.

É muito comum sentir a solidão em algum momento da vida, sobretudo em tempos de tristeza, desamparo, confusões.

A solidão pode ter um significado completamente diferente dependendo de quem sofre dela. 

Por vezes, a solidão é um sintoma de um problema ou até mesmo de um transtorno por trás.

Por isso, é importante buscar avaliação de um profissional da psicologia para compreender bem o que é solidão para você e o que está por trás dela.

Por que nos sentimos sozinhos?

Realmente, há inúmeras razões para nos sentirmos sozinhos.

A solidão se manifesta em momentos em que se sente perdido ou sem nenhum suporte na vida.

Às vezes, essa sensação de desamparo provém de não se encaixar em um determinado grupo de pessoas.

Por outro lado, a solidão pode surgir em momentos que nos percebemos distantes de nós mesmos, como uma fuga ou falta de clareza sobre nosso ser.

Segundo profissionais da psicologia, algumas causas comuns para a solidão, são:

1 – Não dividir a residência com mais ninguém

Morar só é um refúgio para muitos, mas um terror para outros.

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE, 9% da população brasileira mora só.

Essa é uma porcentagem significativa, pois abrange mais de 19 milhões de pessoas em nosso país.

Mas acontece que a solução para a solidão de quem mora só nem sempre está em dividir o teto com mais alguém (lembre-se, há uma diferença entre solidão e solitude).

De fato, segundo a psicóloga Adriana de Araújo, mesmo que se opte por morar com alguém a solidão pode persistir, caso ambas as partes vejam o mundo de forma diametralmente opostas.

2 – Medo dos julgamentos

Uma das causas frequentes da solidão é a ansiedade em relação ao que os outros podem pensar de você.

Ou seja, por medo de ser julgado, evita-se o contato social e com as pessoas, gerando uma interiorização que pode prejudicar a saúde mental.

Nesse contexto, a psicóloga Milene Rosenthal quando não conversamos com ninguém, não discursamos em público, nem apresentamos aos outros nossas opiniões, as chances de sermos criticados diminui, mas o preço disso muitas vezes é sentir-se só.

3 – Baixa autoestima

De acordo com o psicólogo Vitor Friary, a solidão pode ser um reflexo de questões internas ainda não resolvidas por alguém.

Por exemplo, uma pessoa que sofre com baixa autoestima, pode pensar que não é boa o bastante para estar com determinadas pessoas ou que não tem o perfil certo para estar em um local.

Isso tudo pode levar alguém a sofrer com a solidão.

Quais são os tipos de solidão?

Além da divisão pelos tipos de causas, a solidão pode ser classificada.

Estabelecer bem quais são os tipos de solidão ajuda na hora de saber se esse sentimento deriva de um transtorno como a depressão ou se é um momento de tristeza que alguém está passando.

Aqui estão os 3 tipos de solidão, segundo o grau de intensidade:

  • Leve: com presença de pensamentos negativos
  • Mediana: presença de pensamentos negativos que trazem sofrimento
  • Intensa: pensamentos negativos que trazem profundo sofrimento e a sensação de que não há esperança ou possibilidade de resolução.

Solidão ou solitude?

Na busca pelo autoconhecimento, autoestima e autoamor é importante ter momentos de interiorização.

Afinal, é quando estamos a sós com a gente mesmo que podemos ouvir nossa “voz interior”, por assim dizer.

Para que você possa usufruir desse momento de intimidade consigo, é preciso entender bem a diferença entre solidão e solitude.

A principal diferença é que a solidão é um sentimento que tem efeitos ruins para a saúde mental, enquanto a solitude é positiva para o bem-estar.

Ou seja, a solitude é um desejo por estar só a fim de desenvolver algum aspecto da suas personalidade. 

Assim, é na solitude que se deixa a agitação do dia a dia abrandar para compreender o que está acontecendo com nosso ser.

 a solitude tem um significado oposto, positivo. Nesse caso, o indivíduo quer estar sozinho, cultivando sua particularidade e pensando em seu desenvolvimento.

Tabela: saiba a diferença entre solidão e solitude

SolidãoSolitude
“Sensação ou condição de pessoa que vive isolada do seu grupo.” – Dicionário Michaelis Online“Condição de quem se isola propositalmente ou está em um momento de reflexão e de interiorização.” – Dicionário Dicio
A pessoa não está necessariamente sozinha para sentir solidão.A solitude envolve estar só para entrar em um processo de autoconhecimento.
A solidão sofre forte influência da mente inconsciente, a qual impulsiona a pessoa a isolar-se.A solitude é uma ação consciente de isolamento a fim de interiorizar-se em um momento de reflexão.
É ruim para a saúde mental, pois sensações e sentimentos ruins como a tristeza são alimentados É positiva para a saúde mental, uma vez que permite descobrir características boas da personalidade de quem se interioriza.

Quais são os impactos da solidão?

Falar de saúde mental, mas trazer os impactos em forma de tópicos ou lista.

Os impactos da solidão estão diretamente relacionados à causa desse sentimento, isto é, as implicações da solidão depender dos motivos pelos quais alguém sente tristeza em estar em desconexão. 

Alguns dos impactos mais comuns da solidão são:

Ansiedade 

Sentir-se ansioso é pensar em excesso naquilo que pode acontecer.

Assim, a ansiedade muitas vezes é reflexo da solidão, uma vez que o processo de interiorização pode se dar por medos de julgamentos, de comentários, críticas, entre outras interações negativas.

Uma das frases mais poderosas que refletem a ansiedade da solidão é: “estar no presente, mas pensando no amanhã”.

Depressão

A depressão é um transtorno da mente que acomete 5,8% da população brasileira, segundo dados da Organização Mundial da Saúde – OMS.

Neste momento de pandemia, a solidão somada com dificuldades financeiras e desemprego tem como principal impacto o aumento do número de casos de depressão.

A melhor forma de tratar a solidão e a depressão relacionado a ela é buscar ajuda de uma profissional da saúde mental.

Estresse

A solidão causa uma série de impactos no corpo no que tange à produção hormonal e liberação de neurotransmissores.

Nesse sentido, o aumento da liberação do cortisol, o hormônio do estresse, causa maior irritabilidade e gera intolerância à frustração em quem sofre com a solidão.

É possível sentir solidão a dois?

De fato, uma diferença importante entre solidão e solitude é que esta exige estar só, enquanto aquela pode ser experimentada mesmo a dois.

Nesse sentido, a solidão pode surgir mesmo morando com quem você se relaciona, ou seja, a solidão a dois é uma possibilidade.

Embora a desconexão entre parceiros possa acontecer por rompimento da confiança, quebra das expectativas e até mesmo brigas frequentes, um ponto importante pode ser observado: a linguagem do amor.

Segundo Gary Chapman, o ser humano possui 5 Linguagens do Amor. 

Caso o parceiro ou parceira não identifique e busque nutrir a linguagem do amor específica do cônjuge, pode ser que solidão surja em um casal.

As cinco linguagens do amor são as seguintes:

1) Tempo de Qualidade; 

2) Palavras de Afirmação; 

3) Presentes; 

4) Toque Físico;

5) Serviços.

Portanto, a fim de evitar a solidão de uma das partes do casal, perceber qual é a linguagem do amor do companheiro ou da companheira é crucial para não gerar solidão e tristeza no outro.

Quando a tristeza e a solidão são depressão?

Embora exista uma linha tênue entre solidão e depressão, eles não são sinônimos.

A solidão é um sentimento que causa muitas vezes a tristeza, mas não incapacita a pessoa que sofre de realizar as principais atividades cotidianas.

Por outro lado, a depressão é um transtorno cujo diagnóstico é dado por um médico e leva em consideração os prejuízos que aquele estado tem não só para quem sofre, mas também para as pessoas ao redor.

Um sintoma bastante característico da depressão é a chamada anedonia, que basicamente é a falta de prazer em realizar atividades que antes eram satisfatórias.

Por isso, a depressão é a principal causa de incapacidade em todo o mundo, segundo dados da OMS.

4 dicas para superar o sentimento de solidão

Agora que você já sabe quais são as causas e impactos da solidão, provavelmente quer saber como superar esse sentimento que muitas vezes é sinônimo de tristeza.

Por isso, separamos 4 dicas para você superar o sentimento de solidão.

1 – Fazer terapia e outras ajudas especializadas

Buscar ajuda especializada é uma das melhores decisões que você pode ter caso esteja sentindo solidão.

Afinal, é através das sessões de psicoterapia que se pode detectar qual é a causa da solidão e assim fortalecer pontos como:

  • Autoestima
  • Autoconfiança
  • Completude de sentido
  • Autoconhecimento

Além do psicólogo ajudar a superar a solidão, ele irá encaminhar seu caso para outros profissionais da área da saúde, caso seja necessário.

Por exemplo, pode ser que a solidão esteja associada a um caso de depressão, que precisa de uma avaliação psiquiátrica.

Na Zenklub você pode agendar sessões de terapia online com mais de 5000 profissionais diferentes.

2 – Procure um pet

Ter um animalzinho é uma excelente forma de preencher o espaço criado pela solidão.

Afinal, os animais de estimação vão muito além de criaturas fofinhas.

Os pets são companheiros e carinhosos, fazendo muito bem para quem está em um estado de solidão.

3 – Busque por hobbies e reuniões virtuais

Certamente um aspecto importante da vida é ter válvulas de escape para relaxar e sair um pouco da rotina.

Os hobbies podem suprir exatamente esse papel.

Buscar pessoas que compartilham desses gostos pode ser uma forma interessante para sair da solidão.

Como estamos em um momento de isolamento social, as reuniões online são ótimas maneiras de ver e conversar com quem divide os mesmos hobbies em tempos de pandemia.

4 – Leia um livro que te faça bem

Ler é ter contato com outros mundos, outras visões, outros pensamentos.

De forma indireta, ler é encontrar com outras pessoas, pois ao exercer essa atividade você entra em uma interação com o autor e com os personagens da história.

Algumas frases de grandes autores podem ajudar a diminuir a solidão:

“Sim, minha força está na solidão. Não tenho medo nem de chuvas tempestivas nem das grandes ventanias soltas, pois eu também sou o escuro da noite”.

-Clarice Lispector

“A solidão é a sorte de todos os espíritos excepcionais”.

-Arthur Schopenhauer

“É sobretudo na solidão que se sente a vantagem de viver com alguém que saiba pensar.”

-Jean-Jacques Rousseau

Solidão: saiba quando é preciso buscar ajuda

A solidão, diferente da solitude – um momento de reclusão para a interiorizar e descoberta pessoal, não é algo emocionalmente bom.

Em alguns casos, nutrir a solidão por muito tempo pode deflagrar problemas graves como transtornos de ansiedade e até mesmo depressão.

Por isso, o ideal é que se você estiver sentindo solidão, busque um profissional da saúde mental para receber as orientações adequadas para o seu caso.

Assim você aumentará sua saúde mental, tornando-se emocionalmente mais forte para enfrentar as causas que geram solidão no seu dia a dia.

Aqui na Zenklub você encontra mais de 5000 profissionais especialistas em saúde mental e que estão disponíveis para te atender virtualmente. 
Conheça mais sobre nossos profissionais clicando aqui e marque hoje mesmo a sua sessão!

Este artigo foi útil?

Você já votou neste post

Publicado por:

Zenklub

Publicado por:

Zenklub