A sororidade, de maneira geral, diz respeito à união das mulheres. Envolve um sentimento de irmandade, empatia, solidariedade e companheirismo. É respeito e admiração ativados pela identidade de gênero.

O significado de sororidade carrega a ideia de que elas ficam mais fortes quando se unem. Ou seja, essa aliança permite que se busque os direitos femininos e lutem contra a opressão e todas as formas de violência contra a mulher. É puro empoderamento.

Mas, afinal, o que é sororidade?

A definição de sororidade traz em sua essência esse laço entre as mulheres como um aspecto natural. Isso porque existe uma sensibilidade e uma empatia muito grande entre elas.

É como se fosse uma conexão e compreensão mútua das dores e das alegrias femininas. Por isso, o conceito de sororidade revela a beleza dessa irmandade. Ao mesmo tempo, ressalta e incentiva essa prática.

Qual é a importância?

A importância da sororidade está na harmonia entre as mulheres e no tamanho imensurável de sua força. Quando sozinhas, é mais fácil de uma mulher ser silenciada. Mas, juntas, ganham uma voz mais alta. E isso é bastante grandioso dentro de uma sociedade em que a fala das mulheres infelizmente ainda é desvalorizada.

Só para ilustrar, é comum que uma mulher que denuncia assédio seja questionada quanto à veracidade dos fatos. Entretanto, quando mais mulheres se unem e denunciam coletivamente, o caso ganha notoriedade e passa a ser efetivamente reconhecido como crime. Lembra do movimento #metoo e da repercussão que ele obteve?

Competição feminina

A sororidade é algo que tem como foco melhorar a vida no universo feminino. E um exemplo simples disso é a competição entre as mulheres. Embora faça parte da nossa sociedade, essa é uma briga que incita o ódio e não leva a lugar nenhum.

As brigas apenas criam mais distância entre as mulheres. Além disso, quando falamos sobre o que é sororidade estamos dizendo exatamente o oposto e incentivando a união, a solidariedade e a empatia.

O que é sororidade na língua portuguesa

Muitas pessoas desconfiam da existência da sororidade como uma palavra da língua portuguesa. Isso tudo porque a palavra não está oficialmente no dicionário. Mas, é um termo existente e reconhecido pela Academia Brasileira de Letras.

Sororidade: etimologia

De acordo com o Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa, é uma palavra que traz seu significado do latim. “Soror” que quer dizer irmã, simbolizando a união e a solidariedade entre as mulheres.

Origem do termo

É difícil dizer quem inventou o termo ou quando isso aconteceu. O que se sabe é que a palavra e todo seu conceito ganharam força com o movimento feminista.

Sororidade também pode ter vindo do francês sororité. Na França, o termo surgiu a partir do lema, “Liberté, égalité, fraternité”, usado na Revolução Francesa. A discussão é que o uso apenas de fraternité deixava de lado as mulheres do fato histórico do país. Assim, o “sororité” surgiu para incentivar a luta pela igualdade e os direitos das mulheres. 

Essa mesma movimentação também aconteceu nos Estados Unidos. O termo “sisterhood”, muito utilizado entre a comunidade negra, passou a carregar todo o conceito de união feminina. A consolidação ocorreu com a publicação do livro “Sisterhood is Powerful” (A irmandade entre mulheres é poderosa), uma obra da escritora feminista Robin Mergan.

O que é sororidade no feminismo

A sororidade no feminismo é marcada pela ideia de apoio e suporte entre as mulheres. Essa aliança promove a maior consciência sobre as condutas patriarcais na sociedade.

Também fortalece a luta por igualdade e a mudança de estigmas, preconceitos e ideologias que não fazem mais sentido. Por isso, a união é fundamental para combater o machismo e lutar pelas necessidades delas.

Sororidade no reality show

No Brasil, o significado de sororidade ganhou uma enorme repercussão após uma fala da participante Manu em um reality show. “Sororidade manu”, “sororidade significado manu”, “o que significa sororidade” lideraram os termos mais buscados no Google à época.

O fato aconteceu em 2020 e se tornou um marco importante para o movimento feminista. A exibição dessa palavra em rede nacional ajudou a espalhar por ai o conceito e fortalecer a luta das mulheres.

Sororidade seletiva

Sororidade seletiva é um termo muito usado para contradizer o movimento feminista. É como se todas as mulheres devessem sorrir umas para as outras. Quando uma não faz, ela é julgada como se a empatia servisse apenas seletivamente. A questão é que a opressão de mulher para mulher existe – e a sororidade visa combatê-la.

Neste contexto, vale lembrar que as pessoas que buscam a mudança estão suscetíveis a cometer erros. Em primeiro lugar, pelo simples fato de serem humanas e em segundo, porque elas também estão em evolução.

Além disso, estamos vivendo uma era de mudanças e da construção de um mundo mais igualitário.

Como praticar a sororidade

O primeiro passo para quem quer saber como praticar a sororidade está na reflexão. O convite é para fazer o seguinte exercício: ao invés de julgar, por que não estender a mão? Se existe margem para a desconfiança, por que não ouvir, entender e praticar a empatia?

Isso nos lembra que o julgamento acabam afastando ainda mais as mulheres. Por isso, é necessário dar voz, ouvir, se colocar no lugar da outra e acolher.

Praticar a sororidade é criar, estabelecer e fortalecer uma rede de apoio feminina. Também é preciso ter consciência de que muitas intrigas entre mulheres provêm do pensamento machista. Além de inferiorizar, tiram o crédito da fala e a liberdade das atitudes das mulheres.

Por isso, a sororidade entra em ação quando elas se unem com um olhar mais humano e menos crítico. E assim, juntas, se transformam em agentes da mudança.

Como usar a palavra sororidade?

Essa palavra pode ser usada nas redes sociais, na publicidade, nos debates, em qualquer lugar. Mas não há um manual de como usar a palavra sororidade. O conceito se expressa a partir de experiências pessoais, que ajudam a explicar por que praticar e como.

A ideia é que esse apoio de mulher para mulher se fortaleça cada vez mais e colabore com a construção de um mundo melhor e mais justo para todos.

Conheça o Zenklub

Não adie a sua jornada de autodesenvolvimento e saúde mental. Bem-estar deve ser uma prioridade e é um direito de todos. Encontre um profissional para te ajudar a construir e fortalecer seu melhor você.

Zenklub é a maior rede vídeo-consultas com especialistas em bem-estar emocional, onde você tem acesso a mais de 400 especialistas a qualquer hora, de qualquer lugar.

Este artigo foi útil?

4.46

Você já votou neste post

Publicado por:

Jo Melo

Publicado por:

Jo Melo

Redatora no Zenklub e especialista em Comunicação e Marketing Digital. Sou mãe, indígena, apaixonada por gatos, artes marciais, sociedade e literatura. No Blog do Zenklub trago assuntos relacionados a raça/etnia, trabalho, mulheres, maternidade, bem-estar e autoconhecimento.