A meditação é um exercício de concentração que visa equilibrar emoções e trazer uma nova forma de lidar com estresse físico e psicológico. Porém, com o ritmo acelerado do dia a dia, o foco na respiração ou em um único pensamento pode ser muito desafiador. 

Isso porque as técnicas de meditação para ansiedade são muitas vezes associadas a monges ou estudiosos que alcançaram um nível elevado de relaxamento. Porém, a prática pode ser muito mais acessível do que se imagina, se implementada na rotina através da meditação guiada.

O que é meditação guiada?

A meditação guiada para iniciantes nas práticas meditativas é uma opção para quem tem dificuldade de manter o foco por mais tempo, ou não sabe lidar com diversos pensamentos que surgem quando tentam meditar sozinhos.

A técnica consiste no processo de um ou mais participantes que meditam em resposta à orientação fornecida por um professor ou praticante treinado. As instruções para o exercício podem ser verbais, ou através de imagens e músicas.

Para que serve a meditação guiada: conheça os benefícios

Utilizar esse recurso para aprender a se conectar com o corpo e mente proporciona todos os benefícios atrelados à meditação. Confira:

  • Alivia o estresse

A meditação guiada atua no relaxamento físico e mental. Além disso, ajuda em sintomas relacionados ao estresse, como a síndrome do intestino irritável, transtorno de estresse pós-traumático e fibromialgia.

  • Facilita o relaxamento

Quando feito sozinho, o exercício pode não ter a mesma eficiência do que quando for orientado por um profissional. Com o recurso da meditação guiada para relaxar, o sentimento de tranquilidade é mais acessível.

  • Eleva a habilidade de concentração

Manter a atenção no presente, sem se apegar a nenhum pensamento durante a prática, tende a ser a parte mais difícil para os iniciantes. Com as instruções da meditação guiada, sua concentração é conduzida de forma mais eficiente.

  • Reduz ansiedade

A meditação guiada pode ajudar a diminuir os sintomas do transtorno de ansiedade generalizada, juntamente com o aumento de auto-afirmações positivas, melhorando a reatividade ao estresse.

  • Diminui sintomas da depressão

Sentimentos de desmotivação, tristeza e pessimismo podem ser reduzidos com a melhor autoimagem e a uma visão mais positiva da vida, enfatizados por mantras e instruções das meditações guiadas.

  • Melhora o sono

Diversas técnicas de meditação guiada para dormir bem podem ajudar a relaxar e controlar os pensamentos que geralmente interferem no sono. Isso pode reduzir o tempo necessário para adormecer e aumentar a qualidade do sono.

  • Aprimora a memória

Além de combater a perda de memória relacionada à idade, a meditação pode, pelo menos parcialmente, melhorar a memória em pessoas que possuem demência.

  • Aumenta consciência do corpo e de padrões de comportamento

A meditação, por si só, consiste na técnica de auto observação, seja da própria respiração, de pensamentos ou sentimentos que surgem após determinado acontecimento. A meditação guiada atua como uma ferramenta de apoio para uma percepção maior do corpo e mente. 

Como funciona a meditação guiada?

A meditação guiada funciona como uma viagem imaginária com a finalidade de proporcionar o relaxamento. A técnica pode ser usada como uma ferramenta de gerenciamento de estresse, restaurando o seu corpo, mente e alma.

Essa conexão pode ser conduzida pessoalmente por um professor ou até online e gratuitamente, por aplicativos, vídeos e podcasts que disponibilizam orientações verbais que guiam o praticante até o seu objetivo.

Tudo que você precisa é fechar os olhos, relaxar, e seguir as instruções conforme as ouve. Meditações guiadas dão a sua mente apenas os recursos suficientes para que ela não vague por conta própria, enquanto ajuda você a se concentrar.

Quem pode praticar meditação guiada?

No geral, a meditação guiada é mais recomendada para quem não realiza a prática meditativa com frequência e possui dificuldade de manter a atenção sozinho, ou rapidamente se distrai. 

Porém, tendo em vista os benefícios, esse recurso pode ser ainda mais eficiente para pessoas que têm algum transtorno psicológico, como depressão e ansiedade, e podem sentir um mal-estar ao tentar meditar sozinhas, sem direcionamento. 

Isso porque o momento de introspecção e concentração em si mesmo pode se tornar um peso ao invés de um alívio em casos que os sentimentos que mais se fazem presentes são tristeza ou angústia, por exemplo. 

Nessas situações, a meditação guiada por profissionais especializados é ainda mais necessária, desde que os indivíduos tenham um acompanhamento psicológico e psiquiátrico. 

O Zenklub é a maior rede de vídeo-consultas com especialistas em bem-estar emocional, onde você tem acesso a mais de 400 especialistas a qualquer hora, de qualquer lugar.

Como fazer meditação guiada?

Confira abaixo dicas de passo a passo para se preparar para a meditação guiada

  1. Antes de começar, estipule um tempo máximo para a prática e coloque um despertador. Além disso, caso o exercício seja orientado por um professor presencialmente, é recomendado deixar o celular no modo avião, para garantir que notificações não sejam uma distração.
  2. Escolha um horário e lugar calmo, onde você possa repetir a prática diariamente no mesmo momento.
  3. Faça alguns exercícios de aquecimento de yoga ou alguns ciclos de respiração profunda antes de iniciar a meditação guiada. Isso irá ajudar o seu corpo e mente a se desligarem de pensamentos que podem prejudicar o foco. 
  4. Finalmente, para começar a meditação guiada, sente- se em uma posição confortável, com almofadas para se apoiar. 
  5. Se você fez exercícios de respiração antes, irá perceber que, quando começar a receber as instruções da meditação, sua respiração já estará leve e uniforme. Neste momento, se concentre no sentimento de calma presente nos intervalos das respirações. 
  6. Mantenha os seus olhos fechados para maior conexão.
  7. Quando as divagações começarem a surgir no meio da meditação, não se apegue e nem julgue os pensamentos. O segredo é simplesmente deixá-los ir e vir, somente observando eles. 
  8. Quando se sentir pronto, volte gentilmente seu foco para as respirações para, assim, conseguir seguir as orientações 
  9. No final da meditação guiada, não se levante rapidamente. Abra os olhos devagar e, aos poucos, mexa seus braços e pernas. 
  10. Por fim, antes de sair da meditação, observe seu corpo, respiração e mente depois do exercício.

Com qual frequência devo praticar a meditação guiada?

Para usufruir dos benefícios do exercício de concentração, é necessário que a meditação faça parte do seu dia a dia. O hábito diário faz com que a prática se torne essencial para sua rotina. 

O momento ideal para a meditação guiada depende da realidade de cada pessoa, porém é importante que seja escolhido um horário que não tenha interrupções ou distrações. O recomendado é que a prática seja feita em períodos de transições naturais da noite para o dia e vice-versa, seja ao nascer e pôr do Sol, ou ainda antes do nascer do Sol.

Meditação guiada online

Caso você não tenha a disponibilidade de usufruir de orientações presenciais de professores, existem diversos recursos de vídeo e áudio com instruções para começar a praticar a meditação guiada agora mesmo. Confira abaixo opções de meditações guiadas online:

Meditação guiada para concentração

Meditação guiada para iniciantes

Referências

MENEZES, Carolina Baptista; DELL’AGLIO, Débora Dalbosco. Os efeitos da meditação à luz da investigação científica em Psicologia: revisão de literatura. Psicol. cienc. prof., Brasília, v. 29, n. 2, p. 276-289, 2009. Disponível em http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-98932009000200006&lng=en&nrm=iso

Este artigo foi útil?

5

Você já votou neste post

Publicado por:

Rui Brandao

Publicado por:

Rui Brandao

Rui Brandão é médico, com experiência em Portugal, Brasil e Estados Unidos da América, e mestre em Administração pela FGV em São Paulo. Hoje é CEO & Co-fundador do Zenklub, plataforma de saúde emocional e desenvolvimento pessoal que oferece conteúdos, profissionais e ferramentas especializadas para mais de 1.5 milhões de pessoas no Brasil.