O dicionário até sinaliza essas duas palavras como sinônimos, considerando a ideia de que se trata de alguém com um cargo hierarquicamente superior. Mas basta um olhar mais atento para constatar que nem sempre isso é verdade. Na prática, embora os dois tenham poder, entender a diferença entre líder e chefe pode ser determinante no sucesso da sua empresa – e da sua carreira.

Definição: líder x chefe

Em primeiro lugar, é importante deixar bem claro o significado de líder e de chefe. Assim, fica mais fácil identificar cada um no ambiente de trabalho. 

Hoje em dia, buscas na internet por termos como “diferença entre líder e chefe frases” são bem comuns. Esse interesse faz sentido, uma vez que a comunicação é uma ótima maneira de reconhecer atitudes e comportamentos.  

A melhor frase para esclarecer essa questão envolve a forma como eles transmitem uma demanda para os colaboradores. Enquanto o chefe diz “Vai lá”, o líder diz “Vamos lá”. 

Mas qual a diferença entre líder e chefe na prática?

LíderChefe
O líder inspira e motiva as ações e o comportamento de outras pessoas. O chefe centraliza o poder e comanda com foco nos resultados e lucros.  

Qual a diferença entre líder e chefe?

A principal diferença entre líder e chefe está na forma como a pessoa exerce o poder que possui e nos resultados que essa conduta gera para a empresa e para os trabalhadores. 

Então, enquanto o chefe impõe ordens (e só ele faz isso, cabendo aos demais apenas obedecer e executar), o líder conduz e inspira, muitas vezes participando da tarefa em questão.

Nessas duas situações, o quesito motivação é bastante afetado e isso interfere no clima organizacional, na performance e, principalmente, no engajamento com os resultados. 

Um líder não necessariamente ocupa um cargo hierárquicamente formal. De fato, todos já vimos pessoas que mobilizam espontaneamente outras pessoas apenas com o seu poder de influência e de mobilização, e não por sua autoridade.

Características: líder x chefe

Não é difícil reconhecer esses perfis no ambiente de trabalho. Mas isso só é possível quando na análise também são envolvidos os efeitos de cada atuação, especialmente na equipe. Para facilitar a observação, alguns pontos são fundamentais. Confira a seguir.

LÍDER

  • Diz: “Vamos lá!”
  • Exerce poder democrático
  • Tem uma equipe
  • Mantém o diálogo e proporciona feedbacks construtivos
  • Sabe delegar 
  • Aproveita os talentos e habilidades da equipe de forma inteligente
  • Reconhece os próprios erros e busca corrigi-los
  • Conquista o respeito dos subordinados com exemplo e consistência
  • Defende e luta pela sua equipe
  • Valoriza cada indivíduo da equipe e reconhece seus méritos 
  • Pacifica e soluciona conflitos internos
  • Mira não apenas nos resultados, mas também no bem-estar comum

CHEFE

  • Diz: “Vai lá!”
  • Exerce poder autocrático
  • Tem subordinados
  • Comunicação unilateral, sem considerar as opiniões e sem proporcionar a chance de melhoria
  • Monopoliza o poder e centraliza decisões
  • Desconsidera talentos e habilidades, perdendo a oportunidade de obter o melhor de cada profissional 
  • Impõe respeito, criando uma atmosfera hostil
  • Critica, não instrui e faz cobranças
  • Prioriza processos, em vez de pessoas
  • Resultados a qualquer custo: essa é a meta
  • Credita a si mesmo as conquistas da equipe, mas delega os fracassos
  • Ignora as necessidades e individualidades dos membros da equipe

10 atitudes que fazem o bom líder

A diferença entre ser líder e chefe é mais marcante nas atitudes. Elas evidenciam detalhes que são determinantes e, por isso, configuram um bom começo para quem busca se diferenciar. 

É no dia a dia que se constrói a diferença entre chefes e verdadeiros líderes. Ou seja, é um processo que requer disciplina, dedicação e consistência. Não tem como simular uma liderança. Simplesmente se é líder ou não. 

Quem deseja migrar de chefe para líder ou busca melhorar suas habilidades de liderança tornando-a mais eficiente, precisa partir de algumas reflexões e fazer uma autoavaliação. 

  1. Estabelecer uma comunicação horizontal e sempre aberta a dialogar, priorizando a transparência, clareza e flexibilidade;
  2. Buscar a motivação no trabalho de maneira a contemplar toda a equipe 
  3. Estar aberto para reconhecer os próprios erros;
  4. Estar disposto a delegar, dividindo a responsabilidade e as conquistas;
  5. Valorizar as habilidades de cada membro da equipe, mas também respeitar as suas dificuldades e apoiar a superação delas;
  6. Transmitir o seu conhecimento, ao mesmo tempo em que aprecia e estimula a contribuição dos indivíduos em sua equipe, emponderando-a;
  7. Desenvolve constantemente a empatia, o que permite estimular as pessoas a darem seu melhor espontaneamente;
  8. Tem uma dose de inconformismo com a mediocridade, característica comumente encontrada em pessoas de espírito empreendedor;
  9. Aprimorar constantemente a Inteligência Emocional porque ela é uma das habilidades essenciais à boa liderança;
  10. Focar nos resultados sem comprometer o bem-estar da equipe.

Importância de uma liderança no sucesso da empresa

Agora que você já sabe o que é liderança, pode perceber os benefícios para a empresa que investe no desenvolvimento de líderes. Elas os reconhecem como agentes de mudança, capazes de impulsionar os negócios de forma sustentável.

Além disso, quando a dinâmica de grupo é otimizada e fomenta o engajamento de todos, os resultados são naturalmente melhores. Mais que isso, o clima se torna propício à alta performance, à inovação e ao desenvolvimento de soluções. 

Equipes que contam com um líder têm mais sucesso porque elas estão confiantes para se mobilizar para fora de sua zona de conforto. Entusiasmadas e participativas, contribuem para o sucesso prolongado das empresas. 

A atuação de um líder desencadeia um ambiente saudável de produtividade, motivação, colaboração e comprometimento. Isso configura ainda o tipo de lugar em que todos gostariam de trabalhar. Por essa razão, essas corporações têm maior potencial para atrair e reter talentos.

Conte com o Zenklub para apoio de gestão emocional para sua liderança

Um líder traz resultados melhores para a empresa porque tem habilidade para criar conexões verdadeiras com a equipe, assume responsabilidades, soluciona conflitos e sabe delegar, entre outras coisas. Todo esse trabalho se sustenta melhor e tem mais eficácia com apoio profissional. 

Em outras palavras, é essencial prover às lideranças suporte psicológico. Assim, o indivíduo consegue fortalecer sua inteligência emocional, o autocontrole e a resiliência para liberar todo o seu potencial e se manter como o líder que a equipe e a empresa precisam.

O Zenklub é parceiro de mais de 300 empresas que escolheram investir na gestão emocional de seus funcionários. Além de ter acesso a relatórios, eventos e conteúdos exclusivos, elas contam com mais de 2000 psicólogos, psicanalistas, terapeutas e coaches. 

Segundo a OMS, a cada US$1 investido em saúde emocional, as empresas têm um retorno de US$4. Reconhecer a importância desse cuidado é um fator determinante na sustentabilidade de bons resultados e do reconhecimento da marca. Investir em pessoas é um ótimo negócio!

Referências

CHIAVENATO, Idalberto. Teoria Geral da Administração. São Paulo: Editora Manole, 2014. 9. Ed.

STOBIERSKI, Tim. 6 Leadership Skills You Need For Business Success. Harvard Business School Online, 2021. Disponível em: https://online.hbs.edu/blog/post/leadership-skills

DIMOFF JK, KELLOWAY EK. With a little help from my boss: The impact of workplace mental health training on leader behaviors and employee resource utilization. Disponível em: https://doi.org/10.1037/ocp0000126

Este artigo foi útil?

Você já votou neste post

Publicado por:

Zenklub

Publicado por:

Zenklub