Estes dias estava preparando algo para comer e minha filha de 04 anos disse que queria me ajudar! Eu disse legal! Já lavou a mão? Ela disparou: “como sou burra”. Nossa, tem mais alguma mãe lendo isso? Sério, eu fiquei em choque inicialmente, como assim burra, perguntei? E ela disse… é que esqueci de lavar a mão!

Fiquei pensando naquilo, e expliquei para ela que se tratava de um esquecimento, que isso acontece, que ela estava entusiasmada para fazer aquela atividade comigo, mas que não era burra, ela consentiu. Aquilo ainda está ecoando em mim. Lembrei de um curso ótimo que fiz sobre Análise Transacional e desqualificação.

Recordei quantas vezes eu mesma usei esta palavra e tantas outras para me desqualificar por atividades triviais. Mas que por frustração, e por saber que era algo que eu sabia e ainda assim errava, lá vinham os insultos!

Mas o que isso tudo quer dizer? Eu sempre brinco com quem tenho intimidade que devemos observar mais as pessoas e ouvir menos o que elas dizem! E justifico porque estou escrevendo isso neste texto! Talvez porque esta regra seja uma forma de nos conhecermos também! Como eu falo comigo mesmo? O que eu penso sobre mim? Quando estou tomando banho? Quando sou convidado para um lugar diferente com pessoas que não conheço? Quando me olho no espelho? Quando visto minha roupa para sair? Quando estou dirigindo meu carro?

O que você sente quando tem pensamentos ruins?

A questão não é sobre o que eu falo, mas como me sinto sobre tudo isso? Sentimentos, geram pensamentos, que geram ações, que consequentemente, influenciam em nossa percepção sobre o mundo!

Não se julgue inicialmente se perceber que você também faz estas coisas, mas pense que talvez esta seja a chave, ou código para elucidar algumas outras coisas que vem passando, que vem te boicotando, em qualquer sentido. Identificou seus sentimentos? Identificou seus pensamentos? Não gostou? Troque eles, escreva sobre que frases vai falar sobre si! Treine, comprometa-se a olhar para si com mais carinho e amor!

Afinal, toda generalização é no mínimo perigosa!!

Deseja conversar com um especialista sobre esse assunto? Conheça o Zenklub.

Este artigo foi útil?

Você já votou neste post

Publicado por:

Zenklub

Publicado por:

Zenklub