Conforme mais pessoas estão tendo que trabalhar de casa, mais vemos a importância de falar sobre saúde emocional no home office. Embora pareça algo que possa ser mais fácil e prazeroso, o home office vem com diferentes desafios. Logo, saber lidar com esse contexto (que ainda traz consigo pandemia e isolamento social) é crucial para evitar um grande comprometimento do bem-estar. 

Por isso, se você tem tido dificuldades com essa nova rotina, ou conhece alguém que está precisando de um apoio, acompanhe com a gente as dicas a seguir! Tendo em mente que: todo esse texto foi montado com foco em ajudar as pessoas nesse momento turbulento, mas todas as orientações seguirão válidas mesmo quando esse período passar.

Reajuste seus hábitos para mais saúde emocional no home office

home office trabalho

Toda rotina saudável é feita de hábitos construtivos. E mesmo que, em geral, você tenha uma dia a dia maleável, sempre existem certos momentos na sua semana que se repetem. Entre atividades dentro e fora de casa, você vai balanceando a sua vida com diferentes interesses e responsabilidades.

Porém, a realidade nessas semanas se apresenta de maneira diferente: não somente o trabalho é feito todo de casa (para muitos profissionais de escritório), como todas as outras atividades estão restritas a esse mesmo ambiente também. Por conta disso, ter saúde emocional no home office passa por entender quais são seus novos hábitos.

Para essa construção, não se cobre em manter uma rotina muito similar ao que você entende como “normal”; uma vez que a impossibilidade de chegar a um nível desejado pode ser um gatilho para a sua auto-cobrança, aumentando o estresse. Contudo, avalie como ter novos horários e metas, de modo a se manter organizado e motivado.

Prepare o seu home office

quarentena organização

Estar em casa significa poder trabalhar da cama ou do sofá. Certamente, naquele único dia em que você acaba tendo que ficar em casa, essas podem ser boas opções para se ter um dia mais leve. Mas quando todo dia você abre seu computador e tem que trabalhar em meio a essas (e outras) distrações, aí o cenário muda.

Portanto, separe seu espaço de lazer do seu de trabalho. Enfatize com outras pessoas que moram com você a importância de ter seu tempo para produzir. Converse com filhos, especialmente pequenos, e prepare atividades que não precisam de sua assistência, evitando pausas durante o home office.

Pode parecer pouco, mas além de ajudar consideravelmente na sua concentração e produtividade, os benefícios dessa organização também são vistos na saúde emocional. Especialmente porque evita uma sobrecarga mental, te ajudando a saber quando parar de trabalhar. O que nos leva ao nosso próximo ponto… 

Para preservar a saúde emocional, não trabalhe o dia inteiro

saúde emocional autocuidado

Quando trabalhar de casa vira rotina, é normal que o seguinte aconteça: uma vez que não há a possibilidade de sair completamente do seu ambiente de trabalho, se torna mais difícil parar de trabalhar. Numa mistura de culpa e cobrança para entregar, quando vemos, estamos trabalhando mais horas por semana – e o resultado definitivamente não é positivo.

Por isso, para manter a saúde emocional no home office (e até fora dele), tenha um horário certo para começar e terminar o trabalho. Além de ter uma pausa para almoço bem definida e se permitir a pequenos intervalos ao longo do dia para tomar um chá, comer uma fruta, se alongar e bater um papo.

Diferentemente do que pensam, trabalhar mais não aumenta a produtividade (é justamente o contrário); enquanto que muitas horas de trabalho induz a se cometer mais erros. E essa situação se agrava quando vemos que há outros desgastes emocionais relacionados ao isolamento social.

Mantenha a saúde emocional no home office e evite o Burnout

saúde emocional no home office burnout

Desenvolver sua nova rotina, preparar o seu home office e saber quando parar de trabalhar ajudam na saúde emocional e, logo, evitam a Síndrome de Burnout. Causada por um estado intenso de estresse, cobrança, competitividade, cansaço e ansiedade, ninguém está imune a essa síndrome só porque não está no ambiente corriqueiro de trabalho.

Muito pelo contrário, visto que trabalhar de casa todos os dias é um novo desafio, podendo ser mais difícil para se concentrar e produzir; somando isso ao fato de que muitos acabam trabalhando mais horas, é possível estar mais suscetível ao Burnout nesse cenário. Por esse, e muitos outros motivos, que o autocuidado se faz tão necessário.

Então, num momento em que o mundo todo questiona o ritmo em que vivemos e a quantidade que produzimos, é importante levar essas discussões para dentro da empresa. Nesse caso, o objetivo deve ser o de dar bem-estar para que os trabalhadores consigam continuar produzindo com qualidade, de onde quer que estejam, sem comprometimento de sua qualidade de vida.

Nossa especialista questiona

Sobre as mudanças de expectativas que temos que ter nesse novo momento, Gleice Bassan, psicoterapeuta e coach que atende em nossa plataforma, fez o seguinte questionamento: 

O que vamos mudar em nossas atitudes, no nosso comportamento e em nossas relações, seja no plano pessoal como profissional?

Sua reflexão completa está no post Após o isolamento social, teremos uma mudança de mindset?. Achamos relevante trazer esse pequeno trecho para esse texto também, mas não deixem de clicar no link para ler seu texto completo.

Cuide também do seu corpo

bem-estar

Como já falamos diversas outras vezes aqui no blog, cuidar da saúde emocional envolve, também, estender esse autocuidado para o corpo. Então, lembre-se das recomendações de sempre, que valem também para os dias de home office

Boa postura é essencial – ainda mais se você estiver passando mais tempo sentado; então, como já falamos, em vez da cama e do sofá, dê preferência para uma cadeira confortável e uma mesa. Alimentação, também, você já sabe: faça suas pausas e inclua alimentos saudáveis; não precisa fazer dieta restritiva, mas comer só industrializado e doce não vai te ajudar. 

E não se esqueça: beba água e se movimente. Comece o dia se hidratando e se alongando. Se for possível fazer alguma atividade física durante o dia, faça. E esteja sempre com um copo d’água por perto. Seu corpo e sua mente agradecem.

Conte com a gente para cuidar da saúde emocional no home office

saúde emocional no home office juntos

Ao longo desse texto, nós te demos várias dicas e trouxemos muita teoria boa. Agora, para colocar as coisas na prática, não costuma ser tão fácil assim. Então, se estar com a mente sã no trabalho, e na quarentena de modo geral, está sendo um desafio para você, lembre-se: você não está sozinho.

Passar por esse momento atual e conseguir realizar as adaptações necessárias demandam muito de qualquer pessoa. E se você sentir que precisa de ajuda, seja de um coach que te ajude a se organizar, um especialista que te oriente a como se alimentar melhor ou um psicoterapeuta para você investir na sua jornada de autoconhecimento: nós estamos aqui.

Além disso, caso você tenha alguma dúvida pontual de como cuidar da saúde emocional no home office, deixe um comentário pra gente! E para saber mais sobre cuidados durante a pandemia, assista ao vídeo abaixo:

Zenklub