Para quem ainda não descobriu a felicidade no trabalho, esse artigo é para você! Nós do Zenklub, acreditamos sempre na possibilidade de transição de carreira e pessoal, para buscarmos ser alguém melhor e mais feliz todos os dias. Sabemos que não é uma tarefa fácil e o primeiro passo pode ser sim, muito difícil de dar, mas aqui queremos trazer algumas informações e dicas sobre como você pode realizar essa transição de vida.

Por onde eu começo?

Desde muito novos sofremos com a pressão de escolher uma carreira que irá proporcionar sucesso e quando passamos pelas etapas, colégio, vestibular, faculdade e enfim entramos no mercado de trabalho, descobrimos que nem sempre fizemos a escolha mais assertiva.

Mas não é porque você se dedicou anos a uma faculdade ou a um curso técnico que a sua vida ficou decidida ali e que você só poderá atuar com o que a sua formação permite. Daí vem o que conhecemos como transição de carreira e as dúvidas que isso nos traz.

O seu ponto de partida nesse momento que você se encontra indeciso sem saber se fez a escolha certa para a sua carreira, pode vir com as seguintes análises:

– Você gosta da sua área de atuação, mas não está gostando das funções que você tem desempenhado dentro da empresa ou do cargo que está ocupando? Então talvez você deva focar a sua transição de carreira apenas em uma mudança de escopo de trabalho, mas ainda dentro da sua área.

– Você não gosta nem da área e das possibilidades de tarefas que estão ali a serem desempenhadas e menos ainda do seu trabalho? Nesse caso, sua transição deverá ser focada em encontrar algo novo. De repente aquele sonho que você deixou de lado para focar nos estudos ou aquele curso que você não fez porque achou que não seria uma carreira que traria tanto dinheiro.

Trabalho X emprego

Já que tocamos no assunto dinheiro, resolvemos trazer um capítulo especial para te ajudar a distinguir o trabalho do emprego. Tem diferença? Sim, tem. Pode parecer sutil, mas a resposta vai te ajudar a refletir e a construir a sua própria jornada de transição de carreira e o seu propósito.

Emprego: ocupação remunerada e determinada a que alguém se dedica (in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa). Ou seja, é uma atividade que você exerce com o objetivo exclusivo de ganhar dinheiro, mesmo não realizando algo que você goste e que te agrade. Mesmo assim, há uma obrigação de cumprir tarefas e horários para receber o salário ao final do mês. Resumindo, o que te motiva é sua remuneração.

Trabalho: Ato de trabalhar. Qualquer ocupação manual ou intelectual (in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa). Ou seja, está ligado a algo profundo, significativo e de crescimento individual, o que te dá a motivação de realizá-lo sem que a remuneração seja o objetivo final. Ganhar dinheiro torna-se uma consequência de suas realizações. É uma contribuição para o mundo, que pode ser também, seu legado para as próximas gerações.

E então, você tem um emprego ou um trabalho?

Próximos passos na transição de carreira

Agora que você já refletiu sobre a sua formação e área de atuação, e se você está hoje em um trabalho ou em um emprego, vamos aos próximos passos!

Toda mudança requer dois tipos de esforços: os de ordem prática e os de ordem emocional. Mudar de opinião, de trabalho ou de casa exige que se arrume tempo, que se examine as condições para que isso aconteça (esforço prático) e disposição para lidar com as sensações e desconfortos inerentes a essas situações (esforço emocional).

Segundo Marcia Costa, especialista em psicologia do Zenklub, “Por trás do sentimento de fracasso sempre se aloja a rigidez, a impossibilidade de entrar em contato com a perda e digeri-la, uma condição necessária para que surja a flexibilidade, o novo, o recomeço. Faz parte do processo o sofrimento, o sentimento de derrota, a falta de esperança, mas, também, a saída deste estado para soluções criativas. Não que seja fácil, mas é necessário”.

Para quem já encontrou um propósito

Você já sabe que precisa mudar. Já avaliou todos os outros itens como falamos e agora quer se organizar melhor com dicas práticas para seguir e enfrentar o medo de mudar. Então esse parágrafo é para você. Quem ainda não atingiu essa etapa, não se desespere, informe-se e inspire-se com essas dicas, pois ainda temos outras saídas para você encontrar o seu propósito.

Vamos às dicas da especialista em psicologia e coaching do Zenklub Karen Akinaga:

1 – Papel e caneta: descreva o seu propósito e o seu próximo trabalho;

2 – Presente e despedida: sua nova empreitada deve ser encarado como um presente e uma despedida do ciclo que você viveu e que foi importante para você perceber aquilo que realmente quer;

3 – Finanças: planeje-se para poder sustentar seus custos mensais por 10 ou 12 meses;

4 – Prepare-se: faça novos cursos e workshops, participe de palestras e aperfeiçoe seus conhecimentos prestando trabalhos voluntários ou sendo estagiário/aprendiz;

5 – LinkedIn: as novidades das redes sociais podem ser uma alavanca para você. O LinkedIn é a ferramenta perfeita para ser visto e ampliar os seus contatos e rede de relacionamento;

6 – Anime-se: você não está começando do zero como pode parecer, você já tem experiência e maturidade que o mercado de trabalho exige. Lembre-se que você é único e conhecimento nunca é desperdiçado;

7 – Sete chaves: não faz bem sair por aí contando para todo mundo os seus planos. Como você deve bem saber, há muita inveja na vida e no mercado de trabalho, e há pessoas querendo ter a mesma coragem que você. Converse só com pessoas realmente importantes emocionalmente para você e que lhe agreguem valor a sua missão;

8 – Vá com medo mesmo: o medo faz parte. Transforme-o em um impulso para seguir em frente;

9 – Autoconhecimento: etapa importante sempre. Se você acha que tem dificuldades com essa tarefa, procure ajuda de um profissional especializado;

10 – Você enlouqueceu? Não. Você só está correndo atrás de um dia a dia melhor e mais realizado. Não dê ouvido a quem te coloca para baixo e acha que você está largando um emprego dos sonhos.

Para quem ainda não encontrou um propósito

Ainda não tem certeza ou não encontrou um propósito? Ok, mas você certamente já ouviu falar de coaching, mas talvez não saiba exatamente o que significa. Então vamos lá:

O objetivo do coaching é melhorar a sua performance, é identificar o seu ponto A – onde você está – e o ponto B – onde você quer chegar. Essa tarefa tem como base a análise do comportamento, que pode é de grande valor, pois não é uma técnica que vai ajudar momentaneamente, é sim uma ciência que garante alterações importantes e duradouras no comportamento das pessoas, permitindo de uma maneira eficiente a obtenção de resultados produtivos.

Ficou animado? Com certeza. Depois dessa ajuda profissional, você vai conseguir colocar melhor no papel as suas próximas etapas do seu desafio para enfim, começar a agir!

Yes, we can!

Por fim e jamais menos importante, acredite em você! Mesmo que tudo não saia exatamente como você planejou, os erros também podem ser transformados em aprendizados, em um trampolim para novas conquistas.

Saiba valorizar os seus ganhos diários, reveja seus planos sempre que possível e adapte a sua meta para viver intensamente e positivamente as consequências dessa sua nova escolha. Afinal, não se esqueça que você escolheu fazer essa transição para encontrar algo melhor para você.

 

Zenklub

Proporcionar um estilo de vida mais saudável e permitir que as pessoas se empoderem da sua saúde emocional e bem-estar é o objetivo do Zenklub. Para além das matérias no blog, no site você pode consultar um psicólogo por vídeo-chamada de onde estiver. São mais de 80 psicólogos a um clique de distância.
Zenklub