Ontem, para além da vitória do enorme Leo DiCaprio (tinha que ser mencionada), falou-se na luta contra o racismo, em dar direitos às minorias, no agravamento do aquecimento global e também sobre o preconceito que ainda existe para com as vítimas de abuso sexual.

Os Óscares, como outros grandes eventos mundiais, são oportunidades para não só partilhar excelentes filmes, conquistas e alegrias, mas também para abordar temas sensíveis e impactantes para a sociedade. Ontem, a 88ª cerimónia dos Óscares não foi diferente.

O Vice-Presidente dos Estados Unidos apresentou Lady Gaga que cantou Til It Happens To You, música composta por Gaga e Diane Warren para o documentário The Hunting Ground, sobre jovens que sofreram violência sexual em campos de universidades dos Estados Unidos. É importante que figuras públicas tragam estes temas para a linha da frente, mas todos temos de fazer a nossa parte, “de-estigmatizar” e ajudar a sociedade a lidar melhor com estas situações. As vítimas não podem sentir vergonha e se isolar, muito pelo contrário. Elas precisam de se sentir integradas, abraçadas de forma a superarem eventos tão dramáticos e dolorosos como o abuso.

Gaga subiu ao palco com vítimas de abuso e escreveu no instagram “Obrigado por ficarem atrás de mim no palco. Obrigado por tudo que vocês disseram, por ouvirem a minha história e dividirem a de vocês. Eu nunca vou esquecer. Cinquenta sobreviventes, tão corajosos, com uma determinação implacável”.

Mais tarde, durante a festa publicou outra foto com o seu companheiro na qual escreveu: “Eu nunca pensei que alguém iria me amar porque eu senti que meu corpo estava arruinado pelo meu agressor. Mas ele adora a sobrevivente em mim. Ele ficou ao meu lado a noite toda orgulhoso e sem vergonha. ISSO É um homem de verdade.”

O que Lady Gaga afirma reflete o que uma grande parte das pessoas que já passaram por uma situação semelhante sentem. Todos devemos ser a VOZ e a MÃO AMIGA. Não podemos permitir que o preconceito e o estigma prejudiquem ainda mais as vidas de quem já sofre.

Foto: Lady Gaga com vítimas de abuso sexual (Instagram ladygaga)

Este artigo foi útil?

Você já votou neste post

Publicado por:

Zenklub

Publicado por:

Zenklub