O Endomarketing, também conhecido como Marketing Interno é uma modalidade de trabalho que foca nos colaboradores da empresa. 

O endomarketing cresce à medida que as empresas têm percebido o valor do de investir no aumento do engajamento e da motivação das pessoas envolvidas nos processos de trabalho.

Ou seja, passou-se a olhar cada vez mais o público intermediário, parceiros e tantos outros stakeholders. Aí também entra o foco no público interno, com a ajuda do endomarketing.

Mas, sabemos que falar com os colaboradores não deve ser apenas papos de gestor–funcionário, nem de notas da empresa ou do departamento de RH. 

Por isso, é preciso também criar uma estratégia como a do endomarketing para colocar em prática ações com um bom plano.

Venha com a gente saber mais sobre esse assunto! 

Tenha uma excelente leitura!

O que é Endomarketing?

Para entender o que é endomarketing, pense nele como um plano completo, não uma campanha isolada. Isso porque o marketing interno é um conjunto de ações com base num planejamento, para aproximar a marca aos colaboradores da empresa.

Os departamentos de RH e Marketing, com apoio da gestão, organizam os objetivos e o plano de ação não só de endomarketing, mas também de outras medidas que estão em alta hoje em dia como, por exemplo, a prática do ESG. Além disso, também cuidam da sua execução.

Com esse trabalho conjunto é muito mais fácil alcançar bons resultados. Ou seja, pessoas que conhecem a marca e trabalham junto da empresa, não somente para ela.

Dessa maneira, podemos perceber que problemas como baixa produtividade, absenteísmo, falta de conhecimento da marca, clima organizacional ruim acabam diminuindo.

8 Estratégias de Endomarketing

É possível trabalhar com várias estratégias de endomarketing. Estas dependem de vários pontos, entre eles:

  • Objetivos e valores que variam de empresa para empresa;
  • Necessidades particulares de cada equipe;
  • Formas de se trabalhar que mais fazem sentido para cada corporação;
  • Governança corporativa.

Assim sendo, fizemos um levantamento de 8 estratégias de endomarketing que devem inspirar a sua gestão a dar início a esse trabalho.

1) Integração e trabalho em equipe

Se a sua empresa tem como objetivo desenvolver equipes que colaboram mais entre si, uma estratégia de integração é a ideal. Com ações focadas em melhorar a comunicação e incentivar o trabalho em equipe, a empresa consegue melhorar essas aptidões em seus colaboradores e recompensar metas alcançadas em conjunto.

Por exemplo, é possível pensar em dinâmicas lúdicas, que promovam entrosamento e ajudem a gestão a compreender quem trabalha bem com quem; assim como em criar estruturas mais horizontais, em que cada pessoa lidera alguma parte do projeto.

Esse tipo de estratégia também deve contemplar a colaboração entre diferentes equipes. 

Assim, é possível colocar em prática projetos interdisciplinares, que unam, por exemplo, os seguintes  setores: 

  • Marketing;
  • Vendas;
  • Atendimento.

2) Treinamento e desenvolvimento

A fim de motivar os funcionários e ter profissionais mais bem preparados, oferecer treinamentos e oficinas deve ajudar. Identifique habilidades a serem aprimoradas, bem como pergunte aos trabalhadores o que eles gostariam de aprender.

Além disso, ao assumir esse papel de uma empresa que dialoga e educa, estenda essa estratégia para outras áreas de atuação. São práticas interessantes a promoção de debates sobre:

  • Diversidade;
  • Saúde emocional;
  • Resiliência;
  • Tendências internacionais;
  • Entre outros assuntos relevantes.

Todo esse trabalho pode ser incrementado com conteúdos exclusivos disponibilizados periodicamente. 

São muitos os formatos que podem ser usados para promover desenvolvimento, como, por exemplo:

  • Cartazes informativos;
  • Panfletos;
  • Newsletters.

3) Palestras e eventos

Uma estratégia de endomarketing focada na promoção de eventos posiciona a empresa de uma outra maneira na vida do seu colaborador: em vez de uma rotina dura, apenas focada em entregas, existe uma maleabilidade pensada em diversificar o dia a dia das equipes.

Uma modalidade muito frequente é a palestra. Neste sentido, sempre são boas pedidas:

  • Trazer convidados de fora, que são autoridades em algum tema; 
  • Palestras da alta gestão; 
  • Dar espaço para que todos os colaboradores possam expor seu trabalho e conhecimento.

Além disso, eventos variados têm diversos benefícios, como, por exemplo: 

  • Propostas descontraídas, como o happy hour, promovem integração;
  • Sessões de filme levam a discussões interessantes;
  • Rodas de conversa podem ter propostas terapêuticas;
  • Manhãs com yoga ajudam na saúde de todos;
  • Encontros gerais de equipes transformam reuniões chatas de resultados em momentos produtivos.

4) Campanhas

Assim como em outras categorias do marketing, ações para o público interno podem aparecer em forma de campanhas. Ou seja, em cima de planejamentos gerais, ações pontuais são colocadas em prática para resultados específicos.

Por exemplo: com o objetivo de lançar um novo produto, a empresa pode:

  • Desenvolver materiais específicos para comunicação interna;
  • Promover encontros com consumidores;
  • Levar especialistas para palestras; 
  • Organizar alguma viagem.

O importante aqui é ter essa campanha como parte de um todo. Ela não deve ser um evento isolado, estando de acordo com o planejamento geral das estratégias de endomarketing e se conectando com ações mais amplas.

5) Comunicação digital

O meio digital pode ser um braço importante para o marketing interno. Uma vez que esse é um ambiente cada vez mais habitado por todos, levá-lo em consideração para aumentar a efetividade das suas ações se faz necessário.

De um lado, o digital pode ser palco de desdobramentos de ações. Uma palestra, por exemplo, pode enviar material complementar por email, ou ter um quiz para medir conhecimento apreendidos. Já para projetos em equipe, canais dedicados no digital ajudam a fortalecer a comunicação.

Mas para além disso, o meio digital tem sua importância por si só. Algumas sugestões de práticas de endomarketing nesse sentido são:

  • Feedbacks anônimos, do funcionário para a empresa, podem ser feitos por plataformas online;
  • Acervos de conteúdo montados de modo a fornecer informações de maneira mais simples;
  • Newsletters gerais, blogs escritos por colaboradores.

6) Escuta e comunicação

Não é apenas de ações glamourosas que as estratégias de endomarketing são feitas. Muitas vezes, o básico já pode fazer toda a diferença, sendo um bom pontapé para ir além no relacionamento com os colaboradores.

Assim sendo, ao focar seus esforços na escuta, seu marketing interno cria uma nova atmosfera de boa comunicação. 

Primeiramente, criam-se espaços e momentos (físicos ou digitais) para que todo funcionário possa ter voz na empresa: ideias precisam ser ouvidas e reclamações devem ser passadas adiante.

Em seguida, um bom plano de feedbacks é fundamental. Gestores devem ser capacitados para saberem identificar forças e oportunidades de crescimento em todos; sabendo apresentar tudo de maneira construtiva.

7) Produtividade e entregas

A produtividade é uma grande preocupação de todas as empresas. Logo, pensar em maneiras de engajar os colaboradores de modo a melhorar seu desempenho resulta em boas práticas de relacionamento.

Aqui, programas de incentivo são muito bem-vindos. Pense em:

  • Metas mensais, trimestrais, semestrais e anuais, com diferentes tipos e níveis de bonificação;
  • Metas menores e paralelas, para objetivos secundários, e atrelados aos objetivos pessoais dos colaboradores.

Dessa maneira, desenha-se uma estratégia focada em entregas que não seja maçante. As ações devem respeitar os limites de cada um, preservando sua saúde, mas dando um norte para o seu trabalho – com recompensas que ajudam na motivação.

8) Plano de carreira

A empresa pode ajudar seus colaboradores a enxergarem sua vida profissional a longo prazo. Com o respaldo de especialistas vocacionais, identificam-se as aptidões de cada um e quais habilidades querem desenvolver; além de haver incentivo para que todos sejam ambiciosos.

Com essas informações em mãos, desenvolve-se um plano de carreira. A organização atua ao lado de seus funcionários para que cada um possa crescer, garantindo profissionais mais qualificados e uma menor taxa de rotatividade.

Para o trabalhador, essa estratégia expande seus horizontes, ao passo que garante mais felicidade e satisfação.

Exemplos de Endomarketing: colocando em prática

Seguindo uma ou mais das estratégias acima, vemos exemplos de endomarketing comuns em diversas corporações. São algumas das maneiras mais frequentes de engajar colaboradores e é importante que você busque contemplar para a sua empresa:

  • Materiais de divulgação interna Toda novidade da empresa passa a ser veiculada internamente. Todos os colaboradores precisam estar cientes do que está acontecendo. 
  • Comunicação horizontal – isso quer dizer que o estagiário, por exemplo, tem fácil acesso à diretoria – caso necessário. Além disso, na hora de levantar ideias, todas são relevantes, não importando o cargo de quem as tenha dado.
  • Integração de propósitos – buscar realizar reuniões para alinhar os valores dos funcionários aos da empresa.
  • Propostas educativas – sobretudo aquelas que mostram os benefícios dos valores na prática

Diálogos para além do trabalho – poder conhecer os colegas também fora do horário comercial ajuda na sua integração. Em tempos de pandemia, por exemplo, algumas empresas têm promovido os cafés virtuais.

Como o Endomarketing dá apoio para outros esforços internos

Quando a sua empresa coloca bem-estar e desempenho das equipes como ponto central do negócio, o endomarketing aparece como uma base para diversas outras iniciativas. Com ele, há aumento de motivação e qualidade de vida, organiza-se melhor a gestão e consegue-se oferecer mais benefícios. Entenda:

  • Motivação no trabalho: com estratégias de treinamento e escuta, o endomarketing constrói equipes mais motivadas e assertivas, com desempenho acima da média; 
  • Qualidade de vida no trabalho: altos índices de bem-estar e satisfação só podem ser atingidos quando há um planejamento específico para engajar de maneira saudável o público interno; 
  • Gestão de pessoas: comunique-se bem com seus colaboradores para geri-los de maneira consciente, investindo em estratégias de plano de carreira e integração; 

Benefícios corporativos: o oferecimento de benefícios pode a entrar também no escopo do endomarketing, que tem a capacidade de reunir as informações para a seleção das melhores compensações.

Endomarketing e RH: o papel do departamento

O Departamento de Recursos Humanos trabalha de modo a coordenar todas as estratégias de endomarketing. 

Isto é, mesmo não ficando responsável pelo desenvolvimento de peças, por exemplo, é o RH quem ajuda a definir como deverão ser essas peças; o que devem comunicar; e quando serão apresentadas.

Pensando que o marketing interno visa o capital humano da corporação, os profissionais de RH devem ter um papel central: na estratégia; acolhimento dos colaboradores; e busca de boas parcerias.

Endomarketing e Saúde Emocional

O endomarketing deve sempre se manter atualizado às principais preocupações do momento. Hoje em dia, uma dos maiores pontos de atenção, tanto da gestão, quanto dos trabalhadores, é a preservação da saúde emocional de todos.

Assim sendo, procure colocar em prática ações que visem: a redução de estresse; diminuição de ansiedades; identificação e apoio a pessoas que sofrem com depressão; materiais educativos para evitar a Síndrome de Burnout; entre outras.

Para ser uma empresa dinâmica e atenta às necessidades individuais, o seu marketing interno deve ter a saúde emocional como um de seus pilares. Só assim será possível ver melhorias reais de:

  • Bem-estar;
  • Produtividade;
  • Satisfação;
  • Integração;
  • Entregas.

Zenklub para sua estratégia de Endomarketing

O Zenklub tem se tornado uma solução completa para o cuidado da saúde emocional dos colaboradores (do app ao podcast); além de oferecer apoio ao RH e à gestão. Levando em conta que o bem-estar mental e a saúde emocional têm se tornado grandes preocupações de profissionais e de empresas mais comprometidas, o Zenklub passa a ser um parceiro perfeito para as suas estratégias de endomarketing. Veja o que oferecemos:

  • Facilite o acesso dos seus colaboradores a tratamentos com especialistas em saúde emocional (psicólogos, coaches, terapeutas e psicanalistas – ver mais);
  • Ofereça acesso completo a nossa biblioteca de conteúdos no app, que abordam qualidade de vida, bem-estar, liderança, desempenho e relações interpessoais;
  • Receba relatórios de mapa emocional das equipes, entendendo quais são as principais necessidades de cada setor;
  • Promova palestras, encontros, treinamentos e lives com nosso apoio e participação de um de nossos especialistas;
  • Tenha todo o comprometimento da nossa equipe de suporte para desenvolver o mais completo projeto para a sua empresa.

Cuidar do bem-estar no trabalho vai além do incremento das métricas do negócio, uma vez que impacta positivamente a vida de todos os colaboradores.

Por isso, é essencial investir na promoção de estratégias de amparo e cuidado dos funcionários, estimulando, entre outros aspectos, o endomarketing. 

Conte com a ajuda do Zenklub e participe dessa revolução. Para saber mais, entre em contato. Acesse: https://zenklub.com.br/empresas

Este artigo foi útil?

4.06

Você já votou neste post

Publicado por:

Zenklub

Publicado por:

Zenklub