Certamente você já deve ter ouvido algum psicólogo, terapeuta ou outro profissional da área psicológica mencionar o tal Setting Terapêutico.

Este modo aplica-se como o lugar onde será realizada a terapia e todas as dimensões que leva a tranquilidade, o bem-estar da pessoa neste progresso.

Já imaginou entrar numa sala para a terapia e ter garrafas de álcool, bagunça e etc.? Como você se sentiria nesse ambiente?

Justamente o local onde você abrirá sua vida precisa ser agregador, harmonioso e o próprio profissional com boa condução, pois do contrário haverá um bloqueio terapêutico.

Como observar o tal Setting Terapêutico?

Mesmo numa sessão de terapia online, o acolhimento visual garante a tranquilidade semelhante ao atendimento presencial, tendo em vista uma dinâmica estabelecida pela empatia neste cenário.

Percebendo ainda mais….

Esse mesmo local estabelece a confiança, e em alguns casos durante as sessões subsequentes compete, essa junção do analista e o analisando.

Sentir-se bem, lógico deixam as coisas mais relevantes na conquista terapêutica e proporcionam o alcance satisfatório mediante aos problemas, acrescentando confiabilidade no profissional.

É sabido que o ambiente é uma parte importante no tratamento psicológico e a outra envolve o profissional com suas metodologias. 

Pontos negativos do Setting Terapêutico 

Como já falamos aqui no artigo, o Setting Terapêutico providencia a abertura das amarras aos traumas acomodados no cérebro de uma pessoa. Por isso se faz necessário um ambiente positivo e harmonioso.

Inúmeras pessoas acabam não tendo o feeling necessário para introduzir ao mundo da terapia devido ao clima sugestionado pelo ambiente, deixando de agregar ou fidelizar.

Os pontos negativos, além da abordagem, é justamente a apresentação. Quem já ouviu a frase: “As pessoas compram primeiro pelo visual”. Ou seja, apreciam pela observação. O exemplo citado remete um ponto relevante e pode comprometer a empatia, confiança e a credibilidade no ato terapêutico.

Muitos se perguntam sobre a troca do profissional devido ao alinhamento que não aconteceu, seja pela empatia do analista e o analisando, bem como o ambiente caracterizado neste Setting terapêutico.

Em resposta às pessoas que buscam um tratamento psicológico, devem a seu turno avaliar um conjunto e a acolhida exercida, pois do contrário não haverá progresso terapêutico.

Como seria um ambiente empático e seguro?

Falar num Setting Terapêutico remonta uma visão assertiva e conectado aos objetivos traçados do paciente e a sua felicidade, visualizando o bem-estar amplo e incisivo.

Há uma diferença nesta harmonia e o ambiente tranquilo em consonância com a resistência que pode aparecer na pessoa tratada, devido aos traumas e todas as condições aplicáveis, visto que as técnicas na terapia irão confrontar tais demandas.

Pode, em algumas situações, existir esta antipatia. Mas nada tem a ver com o Setting Terapêutico e sim os modelos cognitivos existentes.

Interpretação do Setting Terapêutico

Ao mexer nas dores emocionais, as pessoas entram na resistência e a reflexão se faz necessária devido ao fator “culpa” que transporta ao especialista como fuga. Principalmente se existiu a acolhida inicialmente e traçado as metas de possibilidades no tratamento.

Cada pessoa reage ao modo empregado num mecanismo diferenciado, possibilitando patamares de excelência entre o desconforto e os ganhos.

Com estas condições naturais no processo terapêutico já trazem desconfortos significativos, imagina alinhado ao ambiente desestruturado. E neste caso, independentemente de as sessões acontecerem na modalidade presencial ou virtual.

Muita atenção…

Faz necessário analisar com muita atenção um conjunto no Setting Terapêutico, ampliando o fator de responsabilidade, principalmente elementos suficientes que determinam a quebra do contrato mediante a terapia.

Por que ocorre a quebra deste contrato terapêutico e a relação com o Setting?

Ao analisar o Setting terapêutico e este representar o desconforto ao paciente / cliente, torna-se suficiente para quebrar o que chamamos de contrato terapêutico. Mas também, neste local, a postura do analisando (você) pode ser associada com o rompimento.

Os sentimentos e as emoções trabalhados nesse ambiente corroboram na conquista esperada e objetivada, a fim de harmonizar todo o equilíbrio fundamental ao psicológico do sujeito.

Quando você procurar um tratamento terapêutico, é fundamental estar bem com o local e jamais deve ser encarado como obrigação estar ali. Infelizmente, este comportamento acelerar os sintomas da ansiedade, depressão ou qualquer outro motivo que levou à procura do tratamento.

Algumas pessoas se concentram apenas no trabalho terapêutico e esquecem que existe um conjunto fundamental, seja os exercícios psicológicos, a postura do analista e o analisando, bem como o local para este efeito.

Mesmo em sessões empreendidas no formato virtual, os processos comentados poderão surtir efeitos em progresso ou declínio. Por isso as devidas atenções serão fundamentais.

Fazer terapia é o primeiro passo, mas conhecer a dinâmica desse ambiente deixará você mais integrado ao conjunto das conquistas que caminharão ao êxito.

O artigo aqui descreveu os pontos de excelência, mas jamais deve estabelecer o medo em quem irá fazer a terapia ou dar continuidade no processo terapêutico.

Eu posso te ajudar

Eu posso te ajudar a entender os seus sentimentos e emoções. Você pode conversar comigo sobre ansiedade, insônia, procrastinação, autoestima e conflitos familiares.

Vem comigo nessa jornada rumo ao autoconhecimento!

Agende sua sessão comigo agora.

Este artigo foi útil?

Você já votou neste post

Publicado por:

Jose Paulo Menezes

Publicado por:

Jose Paulo Menezes

Formado em Geografia, Pedagogo, Psicanalista Clínico, pós graduado em Docência do Ensino Superior e Psicanálise, sempre me preocupei ao longo dos anos com a psique humana, desencadeando formações complementares na Terapia Cognitiva Comportamental e tantas outras, pois o meu enfoque é proporcionar o lançamento de oportunidades que tragam o bem-estar.