É sobre Ayurveda que você quer saber? Então, cola aqui com a gente! Nesse post, vamos te ajudar a conhecer mais sobre essa medicina que vem lá da Índia e está se popularizando, principalmente por suas propostas de alimentação mais equilibrada (de acordo com as necessidades de cada pessoa). Mas a Medicina Ayurvédica é muito mais do que isso.

Por todo um estudo bem completinho da vida a partir de diferentes elementos, o Ayurveda vê o que está e o que não está em equilíbrio no corpo e na mente, trabalhando com terapias e tratamentos de diferentes áreas para dar aquela boa realinhada.

Gostou? Então, pega na nossa mão e vem com a gente conhecer tudo dessa prática.

O que é Ayurveda?

A Medicina Ayurvédica, ou Ayurveda para os íntimos, é uma terapia milenar indiana, que remonta anos e anos de estudos e práticas no subcontinente indiano. Para se ter uma noção, quem estuda a fundo o Ayurveda lá na Índia tem que saber sânscrito (!!!), porque os principais livros antigos dessa Medicina ainda estão na língua ancestral. Tá bom pra você?

Inclusive, falando em sânscrito, é daí que tiramos o significado de Ayurveda: ayus significa vida (entendendo a vida como uma combinação de corpo, órgãos dos sentidos, mente e alma), enquanto veda significa conhecimento. Taí: o Ayurveda é nada mais, nada menos que o conhecimento, ou saber, da nossa vida humana. 

A história do Ayurveda

3 mil a.C.

Como diria Netinho, “tudo começou há um tempo atrás…” Ou melhor, há um bom tempo atrás! A história da Medicina Ayurvédica tem seu início há uns mais ou menos 5 mil anos. Sim, você leu certo: cinco. mil. anos. Medicina milenar mesmo!

Ali por volta da virada do quarto para o terceiro milênio antes de Cristo, aparecem as primeiras referências da origem do Ayurveda, criadas por uma civilização do Vale do Indo, que, hoje em dia, corresponde ao noroeste da Índia, nordeste do Afeganistão e boa parte do Paquistão. Nessa época, a humanidade ainda vivia a Idade do Bronze. Para entender como isso tudo faz tempo, as Pirâmides de Guiza só iam começar a ser construídas dali a 300 anos, e as primeiras galinhas só iam ser domesticadas dali a 700 anos na Babilônia.

2 a.C. – 8 d.C.

Depois de alguns milênios, o Ayurveda vai ganhando a forma que o mundo conhece nos dias de hoje. Como a gente sabe disso? Porque foi nessa época que escreveram os principais textos da Medicina Ayurvédica – aqueles lá que são usados até hoje.

Os escritos são: Caraka Samhita (escola de clínica médica) , Susruta Samhita (escola de cirurgia) e Astanga Hridayam (coração dos 8 ramos do Ayurveda de Vagbhata).

16 d.C.

Poucos anos depois de escreverem os textos clássicos do Ayurveda, eles quase foram destruídos! :O

A humanidade já estava na Idade do Ferro e a região antes habitada pelas civilizações do Vale do Indo já tinha mudado muito. Teve instabilidade, teve guerra e queriam a-ca-bar com a Medicina Ayurvédica. Mas o imperador Mongol Akbar salvou os escritos, ordenou sua compilação e garantiu que ela fosse preservada.

2019 d.C.

A Medicina Ayurvédica está ganhando o mundo. As pessoas estão descobrindo o poder de se tratar com seus saberes alternativos, prezando por um entendimento que une corpo, mente e alma, e evitando remédios que podem ter efeitos colaterais negativos. 

Para que serve o Ayurveda?

Pensa assim: o nosso corpo, a nossa mente e o meio onde a gente vive são permeados por energias a todo instante. Quando levamos uma boa vida, essas energias fluem bem. Agora, problemas emocionais, trauma físico, hábitos ruins e má alimentação tendem a nos levar para o desequilíbrio dessas energias. Conforme mais a gente fica desequilibrado, mais toxinas a gente acumula. E com mais toxinas, vêm as doenças – físicas e emocionais.

Para resolver essa situação, vem o Ayurveda. Em sua essência, ela serve para nos livrar das toxinas e, também, para trazer mais equilíbrio na nossa vida, nos tirando de dinâmicas e hábitos tóxicos. #SeCuidarFazBem

Tudo isso, com uma boa dose de #autoconhecimento, que é TU-DO na hora de se desenvolver como ser humano.  

Para quem é indicada a Medicina Ayurvédica?

Quem é que não gostaria de viver uma mais equilibrada, não é mesmo? A Medicina Ayurvédica está aí para todas as pessoas que entendem que se cuidar é um processo constante, com benefícios que você sente todos os dias.

“Okay, mas eu posso tratar alguma coisa no Ayurveda?”

Ô se pode! Você pode melhorar consideravelmente de algumas condições físicas com os tratamentos propostos por esse saber milenar, além de servirem como um complemento para outras práticas, como as da medicina ocidental. Com o Ayurveda, você cuida da sua nutrição e da sua pele; aumenta sua força e imunidade; relaxa e desinflama músculos; e melhora a circulação sanguínea. Você também pode conseguir prevenir alergias, diabetes e pressão alta. Além disso, a Medicina Ayurvédica pode ter um papel importante na redução das aflições causadas pela ansiedade, melancolia e estresse. #SaúdeEmocional

Ayurveda e os elementos

Okay, já deu pra entender que o Ayurveda olha com atenção para as energias e o equilíbrio entre elas. Mas você sabe como ela identifica e mede essas energias? Ela faz isso a partir de 5 elementos: terra, fogo, água, ar e éter (ou espaço).

Os terapeutas da Medicina Ayurvédica entendem que esses são os 5 elementos básicos da natureza, de toda a vida, e também são chamados de Pancha Maha Bhutas – e se você faz yoga, pode ser que já tenha ouvido falar deles como sendo fundamentais para a nossa existência.

As teorias do Pancha Maha Bhutas dizem que o primeiro elemento de todos é o éter, que é o menos concreto de todos; em seguida, vem o ar, depois o fogo, então a água e, por fim, a terra, o mais concreto de todos. Juntos, eles não formam o Capitão Planeta 😝, mas formam tudo o que somos.

Com eles, então, a Medicina Ayurvédica vê como as energias correm no microcosmo, que somos nós, os humanos, e no macrocosmo, que é todo o universo.

Ayurveda e os doshas

Se você já tinha ouvido falar um pouco de Ayurveda, você já devia saber que ela trabalha com uns tais de doshas. Os doshas são os nossos humores biológicos, sendo substâncias que permeiam nosso corpo e toda nossa existência.

No total, existem 3 doshas, e eles se manifestam a partir da combinação de 2 dos 5 elementos base da Medicina Ayurvédica.

Dosha Vata: éter e ar, ligado às funções excretória e nervosa. 

Dosha Pitta: fogo e água, ligado às funções metabólica e digestiva.

Dosha Kapha: água e terra, ligado às funções estrutural e de lubrificação.

Todos nós somos regidos por esses 3 doshas, já que todo mundo carrega os 5 elementos. Só que cada um de nós tem uma manifestação diferentes dos doshas. Até porque, o Ayurveda reconhece que cada pessoa é um ser único, com a sua própria configuração. Nos doshas, por exemplo, isso se traduz de modo que se você tem pouco do elemento terra e muito do ar, o seu principal dosha é o Vata, seguido pelo Pitta, com menos manifestações do Kapha.

Essa combinação de doshas é chamada de Prakriti​. Em geral, as pessoas têm dois doshas dominantes. Mas também tem aquelas com um dosha principal e as com um bom equilíbrio entre os três.

Quando os elementos e, portanto, os doshas estiverem desequilibrados, surgem as doenças e as perturbações. E o desequilíbrio em diferentes doshas provoca manifestações diversas.

Desequilíbrio em Vata: secura, perda de peso, inquietação, gases, constipação, síndrome do intestino irritado, ansiedade, medos, melancolia, instabilidade, flutuação de humor, insônia, problemas nas articulações e dores musculares.

Desequilíbrio em Pitta: azia, gastrite, úlcera digestiva, hepatite, fezes soltas, aumento da sudorese, pele sensível, vermelhidão, irritabilidade, ciúmes, agressividade, inflamações, acne e enxaqueca.

Desequilíbrio em Kapha: ganho de peso, lentidão, preguiça, oleosidade, aumento de secreções, diabetes, aumento do colesterol, bronquite, sinusite, tosse com secreção, alergias respiratórias e apego.

Por isso, para começar um tratamento com a Medicina Ayurvédica, antes de tudo é preciso entender como os seus doshas se manifestam e quais estão desequilibrados. E se você já quiser ter um cheiro dos seus doshas, nós preparamos um teste lá no nosso app. É só baixar o Zenklub no seu celular, entrar na aba Testes e procurar pelo “descubra o seu dosha”. #SeConhecerFazBem

Tratamentos e terapias na Medicina Ayurvédica

Agora, vai: quando você já tiver entendido, junto de um especialista da área, seus elementos, doshas, equilíbrios e, claro, desequilíbrios, aí chega a hora de partir para o tratamento. E se o Ayurveda olha para vários aspectos da sua vida, ela também vai trabalhar com diversos tratamentos. Afinal, para cada complicação existe uma maneira diferente de tratá-la, entre elas:

Alimentação equilibrada

A gente é o que a gente come, não é mesmo? Cada alimento tem o poder de mexer com os elementos que nos formam. Então, na hora de re-harmonizar o corpo e a mente, ter uma alimentação equilibrada para as suas necessidades é essencial. Por isso, a preocupação com a alimentação é uma das bases para todos os tratamentos Ayurvédicos.

Segundo Luciana Leon Rosa, psicóloga, terapeuta Ayurvédica e especialista do Zenklub:

“Faz parte de qualquer tratamento Ayurvédico a inclusão de uma boa alimentação. Afinal, não tem como alcançar um estado emocional saudável sem levar em consideração o que comemos. Isso é muito claro para o conceito Ayurvédico.”

Ela também destaca que o terapeuta Ayuvérdico não fornece dietas e não faz o trabalho de um nutricionista. Sua atuação é toda com base nos saberes milenares.

Se você se interessou, a gente até preparou um post com receitas para cada um dos doshas. Clica aqui para conferir.

Massagens Ayurvédicas

Pensa numa massagem completa, com óleos, pedras e muito relaxante – de acordo com a sua necessidade. As Massagens Ayurvédicas ajudam na circulação sanguínea e das energias, trazendo bem-estar e podendo, até, aumentar a sua flexibilidade. Uma das massagens mais conhecidas é a Abhyanga, que foca principalmente na região do coração e do abdômen.

Shirodhara

Essa é uma terapia linda e muito intensa! Por mais ou menos 40 minutos, é derramado um fluxo constante de um óleo aquecido na testa. É um processo profundo, revitalizador e que pode levar a experiências transcendentais.

Terapias purificadoras (Panchakarma)

Lembra que o Ayurveda tem como grande foco eliminar toxinas? Então, para isso existe o Panchakarma, que é uma terapia purificadora. Além de purificarem a sua alma, essas terapias podem ter uso prático também para limpezas de intestinos e vias respiratórias.

Yoga

A yoga é frequentemente recomendada por especialistas por fazer parte de uma rotina saudável. Com a yoga, você aprende a respirar melhor, exercita várias partes do corpo e ainda encontra tempo para meditar. #Zen

Fitoterapia

O saber milenar das plantas medicinais sempre acompanhou o Ayurveda. A natureza tem muito a nos oferecer, com raízes, folhas, caules, flores e sementes que podem ser usados para diferentes finalidades de tratamento.

Outras terapias como aromaterapia e cromoterapia, bem como meditação, técnicas de respiração e mudanças gerais de hábitos também costumam ser recomendadas. E óleos medicinais, pedras e outros minerais muitas vezes fazem parte dos tratamentos.

Benefícios do Ayurveda

São muitos os benefícios do Ayurveda. Se você estiver procurando algum tratamento para algo pontual, como insônia, acne ou sinusite, a Medicina Ayurvédica consegue te ajudar a encontrar melhoras a partir de terapias específicas. Agora, se você quiser uma mudança completa de vida, com foco em saúde e bem-estar, um especialista de Ayurveda pode propor diferentes práticas e terapias que aos poucos vão trazendo resultados extremamente positivos e duradouros. #AmorPróprio

O mais importante é entender que diferente das ciências modernas ocidentais, a Medicina Ayurvédica se preocupa mais com a existência e a saúde geral da pessoa, e menos em oferecer receitas para tratamentos pontuais.

Mas, talvez, o principal benefício do Ayurveda é como a especialista Luciana Leon diz em seu vídeo de apresentação: 

“A prática do viver no agora é o grande segredo desse conhecimento milenar. É a grande saída para o nosso sofrimento.”

Crédito da imagem de abertura: Jared Rice

Zenklub

Proporcionar um estilo de vida mais saudável e permitir que as pessoas se empoderem da sua saúde emocional e bem-estar é o objetivo do Zenklub. Para além das matérias no blog, no site você pode consultar um psicólogo por vídeo-chamada de onde estiver. São mais de 80 psicólogos a um clique de distância.
Zenklub